• Início ♥
  • Sobre ♥
  • Contato ♥
  • Layouts ♥
  • Resenhas ♥
  • Parcerias ♥
  • Rádio ♥
  • 29 junho, 2016

    Resenha: Não Fale Com Estranhos - Harlan Coben


    Não Fale Com Estranhos é um Thriller escrito pelo autor Harlan Coben e lançado recentemente pela Editora Arqueiro, que gentilmente nos cedeu esse exemplar.


    O livro tem um total de 301 páginas divididas em 56 capítulos. Os capítulos são bem curtinhos o que deixou a leitura bem rápida e fluida. A tradução ficou por conta de Marcelo Mendes.


    A diagramação está bem agradável com páginas amareladas e bons tamanhos de fonte, margens e espaçamentos.


    Sinopse: O estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis.
    Adam levava uma vida dos sonhos ao lado da esposa, Corinne, e dos dois filhos. Quando o estranho o aborda para contar um segredo estarrecedor sobre sua esposa, ele percebe a fragilidade do sonho que construiu: teria sido tudo uma grande mentira?
    Assombrado pela dúvida, Adam decide confrontar Corinne, e a imagem de perfeição que criou em torno dela começa a ruir. Ao investigar a história por conta própria, acaba se envolvendo num universo sombrio repleto de mentiras, chantagens e assassinatos.
    Intrigante e perturbador, Não Fale Com Estranhos é mais que um suspense de tirar o fôlego. É uma reflexão sobre o bem e o mal, o amor e o ódio, o certo e o errado, os segredos, as mentiras e suas consequências devastadoras.



     Não Fale Com Estranhos é o mais novo livro do autor Harlan Coben publicado no Brasil. Nesse livro temos a história de Adam Price.
    Adam Price é um homem que leva uma vida dos sonhos ao lado de sua esposa Corinne e de seus dois filhos Thomas e Ryan, mas tudo vira de cabeça para baixo quando um estranho em um bar conta um estarrecedor segredo sobre a  esposa de Adam.
    O estranho não se apresenta e nem exige nada de Adam, apenas dispara esse segredo da mulher de Adam e vai embora. 
    Adam se vê então assombrado pela dúvida que o estranho plantou em sua cabeça e agora duvida de tudo que viveu com Corinne.

    Adam decide então confrontar Corinne e exigir que ela fale a verdade sobre tudo. Mas ela tenta se esquivar da conversa com ele e pede que ele tenha paciência que ela vai em breve contar tudo para ele.
    No dia seguinte ao ser confrontada Corinne some de casa deixando apenas uma mensagem para Adam onde pede que ele dê alguns dias para ela colocar a cabeça no lugar e que ele cuide das crianças enquanto ela está fora.
    Adam fica revoltado com a atitude da mulher, mas não vê nada que possa fazer a não ser esperar a volta de Corinne.

    Adam manda algumas mensagens para Corinne, mas ela não responde e ao perceber que a mulher também não responde as mensagens dos filhos ele começa a ficar apreensivo e preocupado com o paradeiro da esposa.
    Ele então começa a investigar tudo por conta própria e acaba se deparando com um cenário cheio de mentiras, chantagens e assassinatos.
    Em meio a tudo isso ele ainda tem que cuidar dos dois filhos e tentar descobrir o paradeiro de sua esposa.

    Mais um livro do Harlan Coben que leio e mais uma história incrivelmente bem construida e instigante.
    Nesse livro não temos uma pessoa que foi assassinada e um detetive que irá tentar desvendar o mistério, mas sim um pai de família que tem sua vida de sonhos destruída após um estranho em um bar fazer revelações estarrecedoras sobre sua esposa.
    O livro é um Thriller psicológico que nos deixa instigados a desvendar todas as pontas soltas dessa história.

    A história é toda narrada em 3° pessoa e a narrativa do autor é fluida e e muito envolvente. A história é bem interessante  e nos faz ficar vidrados nessa leitura.
    Acompanhamos nessa história não só o que acontece com o Adam, mas também com outras pessoas que tem seus segredos revelados e aos poucos as histórias vão se fundindo até um desfecho surpreendente.
    O Adam é um ótimo personagem, ele é um cara que vive para a família e para os filhos e que por ser advogado tem alguns contatos que o ajudam na busca pela sua esposa, que não dá noticias nem a ele e nem aos filhos desde que saiu de casa.

    Recomendo bastante essa história para todo mundo que gosta da leitura de um bom thriller, esse não é um dos melhores livros do autor, mas não deixa de ser uma ótima história.
    Harlan nos apresenta uma história diferente, interessante e cheia de segredos, mentiras, chantagens, corrupção e vingança.
    Apesar de ter de alguma forma esperado mais do livro já que o Harlan é um autor que sempre me deixa de queixo caído com suas histórias, o final não deixou de ser surpreendente para mim e o autor não deixou nenhuma ponta solta.

    "O que uma pessoa é capaz de fazer para proteger a própria família?"

    Classificação:




    24 junho, 2016

    Resenha: O Mensageiro - O Doador de Memórias #03


    O Mensageiro é o terceiro livro da série do Doador de Memórias escrito por Lois Lowry e publicado no Brasil pela Editora Arqueiro, que gentilmente nos enviou esse exemplar em parceria.


    O livro tem um total de 158 páginas divididas em 21 capítulos, os capítulos são curtos o que deixa a leitura mais fluida. A tradução foi feita por Fabiano Morais.


    A diagramação está bem agradável, com um bom tamanho de fonte, páginas amareladas e bem grossas e bons tamanhos de margens e espaçamentos.


    Sinopse: Há seis anos, Matty chegou ao pacato Vilarejo. Sob os cuidados de Vidente, um cego que tem uma visão especial, ele amadureceu e se adaptou à nova vida. Agora, espera receber seu nome verdadeiro, que determinará seu valor ali, como ocorre com todos os habitantes.
    Contudo, algo nefasto está se infiltrando no Vilarejo, e os moradores, antes orgulhosos de receber forasteiros, passam a exigir que as fronteiras sejam fechadas para se protegerem.
    Por ser um hábil mensageiro, Matty é encarregado de avisar os outros povoados sobre o bloqueio. Sua missão também tem outro grande objetivo: buscar Kira, a filha de Vidente, antes que seja tarde demais.
    Ele é o único capaz de viajar pela Floresta, que já provocou algumas mortes. O problema é que ela também está se tornando um lugar perigoso para o garoto. Mas muitos dependem de Matty. Então, armado apenas de um poder recém-descoberto, ainda incompreensível e incontrolável, ele se arriscará a fazer o que talvez seja sua última viagem.

     O Mensageiro é o terceiro livro da série distópica O Doador de Memórias, que está sendo publicada no Brasil pela Editora Arqueiro.
    Nesse livros nós conhecemos a história do Matty, um garoto que chegou ao Vilarejo e vive sob o cuidados de Vidente, um homem cego que foi trazido ao Vilarejo após quase ser morto em sua comunidade natal. Matty também chegou ao Vilarejo porque era muito maltratado pela mãe, o garoto vivia sujo, roubava e apanhava muito da mãe.
    O Vilarejo é um lugar onde todos que foram rejeitados em suas comunidades por ter alguma deformação ou qualquer coisa do tipo é aceito de braços abertos pelos moradores que são todos muito solícitos uns com os outros.

    No Vilarejo todos ajudam uns aos outros, e eles tem uma política de que ninguém jamais deve mentir um para o outro.
    Vilarejo é governado por Lider, que foi escolhido não apenas para governar, mas também para proteger a todos.
    Lider chegou a essas terras em um trenó, objeto que ele utilizou para fugir de sua antiga comunidade, onde ele foi ameaçado por ter o dom de ver além.

    Matty é um hábil mensageiro e se orgulha muito disso, ele leva as mensagens de todos no Vilarejo e parece ser o único a conseguir entrar e sair da floresta em segurança, já que a floresta já provocou várias mortes.
    Mas algo ruim está se infiltrando no Vilarejo e está mudando tudo. Os moradores antes tão hospitaleiros e orgulhosos por receber todos, agora exigem que a fronteira seja fechada e que mais ninguém possa entrar no Vilarejo.
    além disso, a floresta está cada vez mais perigosa até mesmo para Matty, que antes conseguia fazer tranquilamente suas viagens.
    Matty terá então que se arriscar em uma última viagem pela floresta para trazer de volta a filha de Vidente para o Vilarejo, antes que fronteira se feche para sempre.

    Esse é o terceiro livro dessa série distópica e na minha opinião é o melhor até agora. Nesse livro nós não apenas conhecemos novos personagens, mas encontramos também o jovem Jonas, protagonista de O Doador de Memórias, e Kira, protagonista de A Escolhida.
    Nós finalmente desvendamos o que aconteceu com Jonas ao fugir no trenó de sua comunidade e também ficamos sabendo um pouco sobre Kira e também da mudança que esses dois causaram em suas comunidades natais.
    Quem já leu o primeiro e o segundo livro dessa série sabe que tanto Kira quanto Jonas tem poderes especiais. Enquanto Jonas tem o poder de ver além do que está diante de seus olhos, Kira tem o poder de ver o futuro.

    Matty está aos poucos descobrindo que também tem um poder especial e que esse poder pode ajudar muitas pessoas.
    Ele ainda não compreende muito bem esse dom que tem e nem sabe como controlá-lo, mas no momento certo ele saberá usar seu poder.
    O livro é todo narrado em 3° pessoa e a narrativa é super fluida, o que faz com que essa seja uma leitura super rápida, e que dá facilmente para ser feita em um dia.
    Mesmo sendo um livro curtinho, a história é muito boa e os personagens muito carismáticos então somos rapidamente envolvidos por essa história.

    Eu gostei bastante dessa história, é interessante, envolvente e ótima para quem gosta de distopias.
    O que mais gostei nesse livro foi o fato de as histórias do 1° e 2° livro da série finalmente se encontrarem nesse livro, pois eu sempre me perguntava porque era uma série se as histórias dos livros eram diferentes e com personagens diferentes, mas em O Mensageiro, as histórias se cruzam e nos conhecemos um pouco do que aconteceu com os personagens de O Doador de Memórias e A Escolhida.
    Recomendo muito esse 3° livro, a todos os fãs de distopias e principalmente para quem leu o 1° e 2° volume dessa série. Essa é uma distopia cheia de emoção, beleza e grandiosidade.

    "— Todos fomos forasteiros em algum momento — disse, com um sorriso —, com exceção dos mais jovens, que nasceram aqui. Nós sabemos o que vocês passaram. Não sentiram mais fome. Não terão mais que viver sob o domínio de governos injustos. Não serão mais perseguidos. É uma honra para nós recebê-los entre nós. Bem-vindos ao seu novo lar. Bem-vindos ao Vilarejo."

    Classificação:



    18 junho, 2016

    Critica: Como Eu Era Antes de Você (Filme)


    Lançamento: 16 de Junho de 2016 (1h50min).
    Dirigido por: Thea Sharrock
    Com: Emilia Clarke, Sam Clafin.
    Gênero: Drama, Romance.

    Sinopse: Rico e bem sucedido, Will (Sam Claflin) leva uma vida repleta de conquistas, viagens e esportes radicais até ser atingido por uma moto, ao atravessar a rua em um dia chuvoso. O acidente o torna tetraplégico, obrigando-o a permanecer em uma cadeira de rodas. A situação o torna depressivo e extremamente cínico, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). É neste contexto que Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will. De origem modesta, com dificuldades financeiras e sem grandes aspirações na vida, ela faz o possível para melhorar o estado de espírito de Will e, aos poucos, acaba se envolvendo com ele.
    Acredito que Como Eu Era Antes de Você é um dos filmes mais aguardados em 2016, principalmente para quem leu o livro e se apaixonou pela a história da Lou e do Will.
    Eu realizei no início desse ano a leitura do livro que deu origem ao filme e confesso que o que mais me motivou a realizar essa leitura foi o lançamento do primeiro trailer do filme, que me deixou com lágrimas nos olhos.


    Eu gostei bastante da trama desenvolvida no livro e me diverti muito realizando a leitura e mesmo não tendo chorado litros, como boa parte dos leitores, eu fui completamente envolvida pela história.
    Então estava bem ansiosa para conferir o filme nas telinhas e ver se ficou fiel ao livro e também para ver as atuações dos protagonistas.


    Tive o prazer de assistir esse filme no dia dos namorados e tanto eu quanto meu noivo adoramos o filme!
    O filme ficou leve, muito divertido e bem fiel ao livro. Assistindo eu lembrei de vários diálogos do livro e olha que li no começo do ano.
    A escolha dos atores também foi muito boa. Tanto Sam Clafin quanto Emilia Clarke combinaram muito bem com os personagens e tiveram ótimas atuações.


     Eu gostei muito e recomendo muito essa adaptação pra vocês! Acredito que ela irá agradar a todos que gostem de um bom drama/romance e principalmente para quem leu e gostou do livro, pois o roteiro está bem fiel ao livro.
    O final da história que é algo que anda gerando bastante polêmica nesse filme, foi mantido igual ao do livro e foi tratado de uma maneira leve.
    Para quem gosta de histórias para rir e se emocionar, fica aqui uma ótima dica! Para conhecer um pouco mais sobre essa história, confiram o trailer abaixo.