• Início ♥
  • Sobre ♥
  • Contato ♥
  • Layouts ♥
  • Resenhas ♥
  • Parcerias ♥
  • Rádio ♥
  • 23 maio, 2014

    Resenha: Livro A Travessia do Albatroz


    A travessia do Albatroz é um livro escrito pela brasileira Marcia Camargos, inspirado no depoimento de Kurosh Majidi.


    O livro foi lançado no Brasil pela editora Geração através do selo Ediouro, que fez um trabalho magnifico na edição desse livro conforme vocês vão poder conferir em todas as fotos durante o post.


    O livro possui 293 páginas e é dividido em 7 partes, e cada parte tem um título que tem haver com o que será tratado nessa parte.


    As páginas são amareladas, e o papel é bem grosso de ótima qualidade. Além da margem e espaçamento que como podem ser vistos na foto acima estão ótimos.


    O livro está repleto de fotos incríveis, em todo início de parte temos uma. A mesma coisa acontece com o início dos capítulos. Seguem abaixo mais algumas fotos para que vocês fiquem curiosos, lembrando que essas são apenas algumas das várias e belas fotos contidas nesse livro.




    Resenha: O livro é um romance baseado no depoimento de Kurosh Majidi. Kurosh é iraniano e mora com os pais e as irmãs na cidade de Shiraz. Ele é apaixonado pelos Beatles e adora ler romances universais e tinha como autores favoritos Charles Dickens e Miguel de Cervantes. Seu melhor amigo desde a infância se chama Behruz. Behruz acaba se tornando um radicalista xiita capaz de morrer em nome de sua religião. Enquanto isso Kurosh acaba se apaixonando por Zibã uma jovem não-mulçumana, o que não agrada nem um pouco seu melhor amigo.
    Com a volta do aiatolá Khomeini ao comando do Irã, uma intolerância político-religiosa dificulta a vida de quem assim como Kurosh gosta de viver livre e não pretende se alistar para guerra contra o Iraque, que acabou de invadir o Irã ao comando de Saddam Hussein.
    Kurosh então decidi fugir de seu país onde é perseguido por não levar a risca os mandamentos do Alcorão e não se alistar para guerra, decidindo assim alçar altos voos assim como o Albatroz, a grande ave migratória.

    Minha Opinião: Eu não esperava nada desse livro, na verdade eu nunca tinha ouvido falar nele, e só tive a oportunidade de lê-lo porque minha tia me trouxe emprestado na sua última visita. Quando vi a capa e li um pouco sobre o tema eu não me interessei muito confesso, mas mesmo assim decidi dar uma chance para essa leitura e digo a vocês que bom que eu fiz isso.
    O livro conta a bonita história real de um Iraniano chamado no livro de Kurosh, já que ele ainda tem medo de revelar seu nome verdadeiro. Kurosh ama a liberdade, a música e os livros, e agora ele ama também a não-mulçumana Zibã. Kurosh é muito perseguido durante todo o livro por não seguir a risca o Alcorão e por não querer ir à guerra, ele passa ainda por várias situações difíceis em sua família durante todo o desenrolar da história.
    Um ponto forte do livro são as amizades formadas. Além de sua amizade de infância com Behruz, temos a amizade entre Kurosh e Bãbak um senhor apaixonado por xadrez e que passa um período escondido na casa de seus pais. Bãbak ensina muitas coisas a Kurosh e o auxilia nos momentos mais difíceis de sua vida, é impossível não se encantar com a linda amizade que surge entre os dois.
    Temos ainda o romance entre Zibã e Kurosh, que é trabalhado de uma maneira muito bonita, e que fez meu coração bater mais forte durante a leitura.
    O livro tem uma narração bem envolvente e que aguçou minha curiosidade o tempo todo, pois eu queria muito descobrir se a jornada do nosso protagonista terminaria bem.
    Eu amei ter lido esse livro e super recomendo ele pra vocês! Acho que se vocês gostaram de O Caçador de Pipas provavelmente vão gostar desse também!
    Sei que me estendi muito nessa resenha, mais eu não podia deixar de expressar o quanto esse livro me surpreendeu positivamente.
    Nunca tivera tanta certeza de nada em toda minha vida. Podia não atinar que profissão seguir, que faculdade fazer, que Deus acreditar. Mas sabia do fundo de mim mesmo que Zibã era aquela com quem eu gostaria de dividir cada segundo do meu presente e do meu futuro.

    Classificação:

    34 comentários:

    1. Adorei as fotos do livro, só contribuíram para que eu ficasse ainda mais curiosa em lê-lo. E depois veio a sua resenha e pronto! Entrou para a minha lista! Parabéns pela resenha! E pelas fotos também!

      Beijos, Rob
      http://estantedarob.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada Roberta, fico feliz que tenha gostado da resenha e se interessado pelo livro através da minha resenha!
        Beijão :*

        Excluir
    2. Esse livro parece ser lindo, eu curto histórias baseadas em fator reais, principalmente dessas que ocorrem no Oriente Médio, pois são sempre fortes!! Abraços

      blogfalandodelivros.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Essa tem realmente algumas coisas fortes, mas também temos um personagem que apesar de tudo encara seus medos!
        Abraços querida!

        Excluir
    3. Não conhecia o livro; ele parece ser muito bonito não só pela parte visual/fotos mas também pela história. Gostei da sua resenha e certamente lerei o livro quando puder.

      Sorteio do livro "A linguagem das flores" no blog: petalasdeliberdade.blogspot.com .

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Leia sim Mari! Vale muito a pena, o livro é lindo em ambos os aspectos.
        Beijão :*

        Excluir
    4. Nunca tinha ouvido falar nesse livro, mas achei bem interessante, as fotos estão incríveis mesmo, amei, que diagramação mais perfeita é essa? Está simplesmente encantadora *-*
      Quanto a história, eu me interessei também, ela parece ser bem emocionante, fico imaginando o quanto o protagonista deve sofrer e tenho certeza que o livro faz com que o leitor fique torcendo pelo amor do dois.
      Enfim, eu adorei a resenha, não acho que você se estendeu muito, está ótimo assim, pois você passou várias informações boas e fez com que quem lesse ficasse interessado. Eu gosto de resenhas assim e sinto falta delas, pois alguns blogs de agora apenas falam sobre o livro por cima, de forma muito vazia, como se só tivessem aumentado a sinopse, o que é triste :c Bom, é isso.

      Beijos :*
      Larissa - Srta. Bookaholic

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigada pelo comentário Larissa! Alegrou me dia fique certa disso! Fico feliz que tenha gostado da minha resenha e por ter se interessado pelo livro.
        Torci muito para que tudo desse certo para o protagonista...rsrs

        Beijão e volte sempre minha linda!

        Excluir
    5. Nunca ouvi falar desse livro mas fiquei aqui babando de vontade de ler...é muito divo,e essas fotos maravilhosas.Amei sua resenha,me deixou bem curiosa.
      bjs

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada Simeia! A diagramação do livro é linda né? Haha
        Bjos :*

        Excluir
    6. Achei uma estória bem tocante e diferente do que leio normalmente, muito interessante mesmo. E muito legal você ter descrito algumas partes importantes não só da estória, mas da diagramação que ele traz também ><

      Beijos
      http://mon-autre.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É realmente uma história tocante Yara, fico feliz que tenha gostado da resenha!
        Beijão ;*

        Excluir
    7. Oi Mai, tudo bem?

      Eu já esperava que esse livro fosse tão bom! Mas não sabia que a diagramação era tão linda assim (e com fotos!). Fiquei ainda mais animada e curiosa, quero ir comprar logo hahaha Quero saber a que fim deu o romance dos dois, porque todo mundo sabe né? Quando as culturas são diferentes parece que tudo sopra pra dar errado... Ótima resenha.

      Beijos
      www.estantedasfadas.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Carol, tudo ótimo!
        A diagramação é realmente linda né? Quando abri o livro fiquei apaixonada com as fotos e tudo mais e acho que por isso dei uma chance a leitura. E te digo que bom que fiz isso :)
        Beijo :*

        Excluir
    8. Oi.

      Não conhecia este livro, mas já gostei só de você citar O Caçador de Pipas.
      Fiquei muito curiosa.

      Beijos Fê :*
      http://fernandabizerra.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Fê!
        O Caçador de Pipas é ótimo né <3.
        Beijos ;*

        Excluir
    9. O trabalho da editora ficou ótimo! O livro ficou lindo e bem organizado. Eu estava mesmo buscando livros com esse gênero.Pois futuramente quero escrever um romance assim só que com uma historia, digamos, mais "pesada"! Adoro suas resenhas, elas são bem organizadas e fácil de ler. Não é aquela coisa pesada que a gente demora um ano pra ler kkk Parabéns!

      formula-amor.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sério Sofia? Te dou o maior apoio menina. Espero que você consiga escrever um romance incrível! Torço por você ;)
        Fico muito feliz que goste das minhas resenhas!

        Beijão :*

        Excluir
    10. Eu nunca tinha ouvido falar desse livro também, e confesso que não fiquei com vontade de ler. Por mais que a estória possa ser boa, não faz meu estilo de leituras no momento. Talvez um dia eu leia, mas não agora.
      Assim como talvez um dia eu leia O Caçador de Pipas :D

      Beijos :*
      www.tainahrodrigues.com
      fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Quem sabe um dia né Tainah? Pensei que não fizesse muito meu estilo também esse livro, mas adorei ter lido, quem sabe contigo não acontece o mesmo né?
        Bjos :*

        Excluir
    11. Nunca tinha visto este livro, a história me pareceu bem interessante, abordar todas esta situações complicadas que ele teve que passar. Confesso que não faz meu estilo literário, mas para quem curte é uma boa pedida.

      Abraço,
      Diego de França
      Aguardo sua visita ;-)
      Leitor Sagaz |

      Grupo

      Amantes da Literatura

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. A história é bem interessante sim Diego!
        É realmente uma ótima pedida pra quem curte.
        Abraço.

        Excluir
    12. Olá Maiah...
      É muito bom bom quando lemos um livro que começamos sem nenhuma expectativa e ele nos surpreende e nos empolga como aconteceu com você. Eu não sou muito fã desse tipo de leitura... não sei o livro não me chamou atenção mesmo com o romance fofo que você disse que foi bem trabalhado. Sua resenha ficou ótima e eu gostei muito das imagens em preto em branco do livro...

      Obrigada por sua bela visita em meu blog. Eu não conhecia o seu... Achei ele super organizado... Estou seguindo e curtindo a página...

      Xero!!!

      http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ótimo mesmo Diana! Principalmente porque o último livro que eu tinha lido tinha sido uma decepção.
        Fico feliz que tenha gostado da minha resenha!
        Bjos e volte sempre.

        Excluir
    13. OI Maiah, tudo bem?
      primeiro, a postagem está linda, eu adoro fotografias, então, quando vejo fotos nos livros gosto muito.
      Não conhecia essa história, e pela capa, acho que nunca leria. Como nos enganamos, não é verdade? A guerra é sem sentido, cruel, muito triste. Quem quer ir para a guerra? Acho que ninguém (tirando suas exceções que sempre existem). Como um homem pode ser punido por não querer fazer mal a outro? Difícil a vida dele.
      beijinhos.
      cila-leitora voraz
      http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Pela capa eu também não leria Cila, mas o conteúdo do livro supera essa capa sem graça. Guerras são realmente muito injustas e cruéis.
        Beijos :*

        Excluir
    14. Oi Maiah!! Nossa, esse livro parece lindo! Eu não daria nada por ele também, pela capa e pelo nome, sabe?
      Mas dai eu vi as fotos e o que você escreveu e já me interessei. Adoro histórias que se passam no Oriente Médio. Pena que tantas sejam tristes e recheadas de intolerância e ódio :(

      Beijos

      thedandeçioninspring.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Stela :D
        Nem eu Stela! A capa é mega sem graça e o título muito pouco atrativo.
        A história é recheada de todos os fatores que você citou, então se você curte é uma boa dica de leitura.
        Feliz em te ver sempre por aqui linda!

        Beijão :*

        Excluir
    15. Olha é sempre bom a gente dar uma inovada nos livros que estamos acostumados a ler, mas eu sinceramente não sei se pegaria para ler, até porque não faz muito meu gênero. Mas gostei bastante de tudo que vc contou na sua resenha sobre a história e principalmente a diagramação da obra é perfeita. Chama bastante atenção e acho que as editoras poderiam investir mais nisso agora né? Enfim...Mas seilá, não é meu estilo não hehehehe...Mas gostei da sua resenha pelo jeito que vc falou e seu ponto de vista e tudo mais. PARABENS =]

      Olha ja estou seguindo o seu blog
      e suas redes sociais, depois retribui?

      lovereadmybooks.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Silvana, inovar sempre é bom né? As vezes podemos ter boas surpresas.
        A diagramação é realmente perfeita e seria ótimo mesmo se nossas editoras investissem mais nisso, nos proporcionando livros de maior qualidade.
        Fico feliz por te gostado da resenha!

        Beijão :*

        Excluir
    16. Oi Maiah linda! *-*'
      Que resenha mais linda, eu consegui sentir o quanto o livro te tocou. Adoro histórias baseadas na vida real, é quase como se estivesse presenciando aquilo. Eu amei O Caçador de Pipas e fiquei dias sem dormir pensando em como as coisas são difíceis lá do outro lado do mundo, a vida é tão diferente, as pessoas sofrem por religião, é triste.
      Não conhecia o livro também e amei as fotografias, bonito, precisa mesmo ser lido.
      Anotado!

      Beijo,
      Mari Siqueira
      http://loveloversblog.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Pois é Mari, graças as Deus moramos em um país que apesar dos inúmeros defeitos, não temos esse problema de intolerância religiosa tão grande!
        As fotos dele são lindas!

        Beijão :*

        Excluir
    17. Para mim, para além do lindo romance que o livro descreve, sua contribuição maior é revelar como foi a transição dos regimes Reza Pahlevi e Ayatolá Khomeini, vista por alguém que naquele momento desabrochava para a vida. É um documento histórico de grande valor para todo aquele que, como eu, interessa-se pela história dos povos. O Irã, embora pouco saibamos a respeito, é uma potência. E é assim desde quando se chamava Pérsia. Conhecê-lo com detalhes de amor, dor, amizade, tragédia, fanatismo e coragem como me foi possível através desta leitura foi uma grata experiência. Recomendo .

      ResponderExcluir
    18. Eu li esse livro também e fiquei absolutamente maravilhada com a história. Mesmo regada de sofrimento é uma super história de amor acima dos preconceitos, força e superação. Sem falar a gama de conhecimentos históricos e culturais que ele te transmite sem nem ao menos nos darmos conta disso.

      http://conchegodasletras.blogspot.com.br/2015/04/resenha-travessia-do-albatroz.html

      ResponderExcluir