• Início ♥
  • Sobre ♥
  • Contato ♥
  • Layouts ♥
  • Resenhas ♥
  • Parcerias ♥
  • Rádio ♥
  • 27 maio, 2015

    Resenha: Livro Os Dois Mundos de Astrid Jones



    Título Original: Ask the Passengers
    Autor: A. S. King
    Editora: Gutemberg
    Páginas: 288
    Gênero: Jovem Adulto
    ISBN: 9788582352694

    Sinopse: "O movimento é impossível.” É o que Astrid Jones, 17 anos, aprendeu na sua aula de Filosofia. E vivendo na pequena cidade em que mora, ela começa a acreditar que isso é mesmo verdade. São sempre as mesmas pessoas, as mesmas fofocas, a mesma visão de mundo limitada, como se estivessem todos presos em uma caverna, nunca enxergando nada além.
    Nesse ambiente, ela não tem com quem desabafar suas angústias, e por isso deita-se em seu jardim, olha os aviões no céu, e expõe suas dúvidas mais secretas aos passageiros, já que eles nunca irão julgá-la. Em seu conflito solitário, ela se vê dividida entre dois mundos: um em que é livre para ser quem é de verdade e dar vazão ao que vai em seu íntimo, e outro em que precisa se enquadrar desconfortavelmente em convenções sociais.
    Em um retrato original de uma garota que luta para se libertar de definições ultrapassadas, este livro leva os leitores a questionarem tudo e oferece esperança para aqueles que nunca deixarão de buscar o significado do amor verdadeiro.


    Os Dois Mundos de Astrid Jones é um livro jovem adulto que será lançado em junho pela editora Gutenberg. A editora me enviou a prova do livro para que eu lesse em primeira mão e trouxesse a resenha para vocês e desde já eu quero recomendar esse livro para vocês pois foi uma leitura incrivelmente fofa.

    O livro traz a história de Astrid Jones uma adolescente  de 17 anos que está no último ano do ensino médio, e não vê a hora de terminar e ir para faculdade. Até os 10 anos, Astrid e sua família viviam em Nova York, mas com o falecimento da avó dela, os pais decidem morar na casa que era da avó e que pertence agora a Claire, que é mãe da nossa protagonista. A casa fica na pequena cidade de Unity Valley
    Apesar de seus pais acharem que isso é o melhor para suas filhas, Astrid não consegue se acostumar e muito menos gostar da cidade, e ela conta os segundos para deixar tudo isso para traz.

    "Eu só espero que por enquanto vocês se lembrem que não há lugar para ódio numa vida feliz. Não me importam quem sejam, de onde vem ou em que Deus acreditam. Posso garantir que se vocês odiarem, nunca vão conquistar a verdadeira felicidade."

    Astrid sofre por morar em uma cidade pequena onde tudo é sempre igual. Onde grande parte das pessoas são fofoqueiras e preconceituosas, e os poucos e verdadeiros amigos que fez durante todos esses anos são Kristina e Justin.
    A família de Astrid está bem longe de ser uma família perfeita. Sua mãe Claire, apesar de trabalhar em casa, não tem tempo para a filha e praticamente a ignora em muitas situações, e a única pessoa na casa a quem a mãe ainda dá uma atenção especial é para a irmã de Astrid, Ellis.  Ellis, apesar de já ter sido muito próxima da irmã, hoje em dia não é mais, ela está principalmente preocupada com seus jogos de Hoquei e em ser o modelo de filha perfeita que a mãe tanto sonha. O pai, já foi muito próximo de Astrid, mas pouco a pouco a maconha faz com que ele se afaste da família e se torne uma pessoa relapsa. 

    A vida da nossa protagonista se resume principalmente a guardar segredos. Ela guarda o segredo dos amigos, guarda o segredo sobre o pai fumar maconha escondido da família, e chegará o ponto na história em que ela se deparará com os próprios segredos, que serão os mais difíceis de sustentar.
    Ela se sente muito solitária em vários momentos, e sempre que isso acontece ela se deita no jardim para olhar os aviões e ter uma conversa imaginária com os passageiros, para quem Astrid manda todo seu amor.
    Ao decorrer da história Astrid vai descobrir coisas sobre ela que nem ela mesmo sabia, e que por um bom tempo irão deixá-la confusa. Ela terá então que escolher entre ser livre e viver como quer e sendo quem realmente é, ou se esconder em uma caixa e viver de acordo com o que as pessoas esperam dela.

    "E eu não me importo se essas pessoas não me amam de volta. Isso não é para ser recíproco.
     É uma entrega.
     Porque se eu entregar tudo,então ninguém vai poder me controlar.
     Porque se eu entregar tudo, estarei livre"

    O livro é todo narrado em 1° pessoa pela Astrid, e todos os seus sentimentos e angustias ao decorrer da história ficam bem claros, com esse tipo de narrativa. A narrativa da autora é muito gostosa e a leitura flui muito bem e de maneira rápida. Os capítulos são curtinhos o que só melhora o ritmo de leitura.
    A Astrid é uma personagem muito querida e que é realmente um amor de pessoa! Ela é inteligente, e também é uma ótima amiga. Eu gostei muito da personagem e sofri com algumas coisas que aconteceram com ela ao decorrer da história. O que mais me angustiou nessa história foi a forma como a mãe negligenciava e excluía a própria filha de sua vida.

    Esse livro fala principalmente sobre uma família desestruturada, sobre o preconceito das pessoas em aceitar o diferente e também sobre aceitação. Afinal, só somos realmente livres e só conseguimos ser plenamente felizes quando nos aceitamos como somos e não temos medo de expor isso para o mundo, por mais difícil que isso seja.
    Recomendo muito esse livro pra vocês, foi uma leitura leve, divertida e muito fofa e que valeu a pena conhecer!

    "Mas é bom amar uma coisa e não esperar nada em troca...É o amor sem amarras. É o ideal."

    Classificação:




    27 comentários:

    1. Olá!
      Adorei a premissa do livro e já estou ansiosa para ler. Adorei os quotes que escolheu, só me deixaram mais ansiosa.

      Beijos
      http://www.breakingfree.blog.br/

      ResponderExcluir
    2. Oiii.
      Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii a resenha.
      Eu sou apaixonada por livros que abordam o tema família, ainda mas uma família desestruturada e conturbada. Sempre quando terminamos o livros ficamos refletindo sobre a vida.
      Quando livros assim são em primeira pessoa é ainda melhor, pois sentimos o que o personagem sente. Vou amar o livro sem dúvida.
      Amei a resenha mesmo.
      bjs

      http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2015/05/resenha-amor-e-ordem-o-despertar.html

      ResponderExcluir
    3. Oi, flor!
      A sua resenha foi tão envolvente, apresentando a evolução da situação da protagonista para uma situação insustentável… Parece que ela chegará ao próprio limite, tadinha. Com certeza, pretendo ler o livro e mergulhar na dinâmica desestruturada dessa família. Acho que vou me emocionar com a leitura.

      Beijos!
      http://www.myqueenside.blogspot.com

      ResponderExcluir
    4. Oi Maiah.
      Antes de mais nada preciso dizer que esse livro já me ganhou pela capa! Achei ela muito fofa, e a Gutemberg sempre capricha né? Toda a sua resenha me fez querer não só ter o livro na minha estante, mas ler ele o mais rápido possível. Fiquei imaginando como seria para Astrid lidar contas mentirar e em como ela deve se confrontar consigo mesma por isso! Estou curiosissima para saber mais da história dela!
      Amei a sua resenha!
      Beijos
      Carol
      www.sobrevicioselivros.com

      ResponderExcluir
    5. Oi, Ma! Tudo bem?
      Adorei a temática do livro, me parece muito sensível e real. Gosto quando abordam assuntos que servem de lição aos leitores. Eu ainda não havia conhecido, mas sua resenha me fez querer dar uma chance para o livro. Espero poder lê-lo em breve e gostar tanto quanto você.
      Beijos!

      www.palavrasradioativas.com

      ResponderExcluir
    6. Já quero ler! Adorei ver esse resumo da história da Astrid, e assim que o livro sair, pretendo procurar por ele. Adorei o fato de ela conversar com os passageiros, apesar disso demonstrar o quão solitária ela se sente (e é, na verdade).

      http://www.thaisnacidade.com/

      ResponderExcluir
    7. Olá
      Acho que esse liro é perfeito depois de ler aqueles livros bem panks rsrs
      Adoro quando os capítulos são curtinhos aí a letura acaba que vc nem lê
      adorei sua resenha

      http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    8. Achei a premissa legal e gostei de a narração ser em primeira pessoa, pois a gente consegue se aproximar mais da personagem e assim, entender melhor o enredo que parece bem rico e a personagem bem profunda. Gostei de conhecer o livro e espero lê-lo, quem sabe. Bjs

      Território nº 6

      ResponderExcluir
    9. Oie!
      Eu não conhecia o livro, mas adoro livros de adolescente que falam de familia, mesmo que desestruturada e sobre as dificuldades de viver essa fase. Narração em primeira pessoa sempre nos faz apaixonar pelos protagonistas e acho que eu amaria a Astrid... Já quero!!
      Beijos

      LuMartinho |Face

      ResponderExcluir
    10. Oi,
      Que capa mais linda é essa? Fiquei triste porque o livro só será lançado mês que vem #Chateada. Estou procurando livros nesse estilo e agora já tenho um próximo da lista. A história parece ser bem contagiante e não falta momentos para o leitor participe com todas as suas emoções. Amei muito sua resenha e estou ansiosa pelo lançamento.

      Bjs
      http://teoremasdamimosa.blogspot.com.br/2015/05/resenha-redencao-de-um-cafajeste.html

      ResponderExcluir
    11. Astrid está na vida real. O livro me fez lembrar, pela resenha, um pouco de O mundo de sofia. Não curti muito, mas tenho umas alunas para indicar que sei que vão amar quando verem sua resenha :D
      http://www.poesianaalma.com.br/

      ResponderExcluir
    12. Olá; gostei muito da sua resenha. Quando recebi um e-mail da editora falando sobre o lançamento do livro, fiquei bem interessada pela capa bonita e pela sinopse. Com a sua resenha, me convenci a ler assim que tiver a oportunidade.

      petalasdeliberdade.blogspot.com

      ResponderExcluir
    13. Oi Maiah!
      Fiquei sabendo desse lançamento esses dias e me encantei com a capa e a premissa.
      Após ler sua resenha, fiquei mais interessada na história de Astrid. No momento que você escreveu sobre ela guardar os segredos de todo mundo, eu pensei "e quem vai guardar os segredos dela?", mas pelo que vi, ela mesma terá que lidar com seus segredos e decisões, né?
      Ótima resenha!
      Beijos.

      Li
      Literalizando Sonhos

      ResponderExcluir
    14. Amiga eu sinceramente quando eu vi esse lançamento eu não dava nada pra ele. Achei a capa muito linda quando vi pela primeira vez, mas depois de ler a sua resenha e você dizer que é uma leitura leve e bastante desenvolvida eu fiquei bastante animada. Eu amei. O livro me parece ser realmente muito fofo e fiquei encantada com a personagem mesmo ainda não lendo acredita? Mas você falou tão bem do livro na resenha que fiquei curiosa. Acho que vou ter que conseguir um exemplar pra mim agora =x O que eu faço? hahahaahah....Você quer me enxer de livro. vou mandar um pouco pra sua casa pra guardar pode?? =x

      Mas é sério...Amei amiga. Vou colocar na minha lista de desejados.

      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-para-todos-os-garotos-que-ja.html

      ResponderExcluir
    15. Não consegui me envolver com o enrendo. Parece tão parado. Parece que não há um grande conflito dentro do livro. Para mim, é a história de uma família como tantas por aí.
      Posso estar enganada.
      Mas uma coisa é certa: a capa é muito fofo.

      Beijos!

      ResponderExcluir
    16. Eu quero muito ler esse livro, acho que pode ser parado, como senti, mas gosto de livros assim, reflexivos!
      Beijos
      http://www.vivendonoinfinito.com/

      ResponderExcluir
    17. Nossa a premissa não me atraiu mas lendo suas impressões fiquei curiosa em saber quais os segredos dela kkk vamos ver quando lançar o/

      http://mylittlegardenofideas.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    18. Quando bati o olho nessa capa já fiquei, OMG PRECISO! Eu adoro livros com capas como essa, convida o leitor sabe? Também adoro nomes compridos, a louca. AHAH Gostei da sua resenha, me deixou com ainda mais vontade de ler! Só achei meio nada ver a parte da maconha, por que essa é a droga que menos faz isso com as pessoas, mas enfim, talvez por ser um livro adolescente a autora tenha quisto ser mais cívica né?

      http://www.livrologias.com/

      ResponderExcluir
    19. Que leitura linda deve ser. Adoro esse tipo de história!
      Quando a editora anunciou o lançamento fiquei muito interessada em ler, e que capa mais bonita!
      beijos
      www.apenasumvicio.com

      ResponderExcluir
    20. Adorei a sua resenha, já estou super ansiosa para o lançamento desse livro!

      ResponderExcluir
    21. Oi, tudo bem?
      Encantadora sua resenha!
      Fiquei bem curiosa com esse livro desde que recebi um e-mail sobre esse lançamento. Espero ter a oportunidade de lê-lo.
      Bjs

      A. Libri

      ResponderExcluir
    22. Oi, Maiah!
      Eu achei muito interessante a premissa do livro e parece ser uma daquelas leituras bem ricas em conteúdo. Gosto de livros em que podemos tirar lições para a vida e esse chamou minha atenção. Se tiver oportunidade quero ler com certeza! :)

      Beijos,

      Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

      ResponderExcluir
    23. Olá,
      Sinceramente não gostei muito da temática do livro, parece ser algo um tanto quanto monótono.
      No momento não leria.

      ResponderExcluir
    24. Eu quero muito ler esse livro, a capa e a sinopse mexeram muito com muito curiosidade e por isso estou *-* (quero, quero, quero...)... E parece que você gostou do livro e esses fatos que você abordou, só me deixa mais curioso, guardar segredos, além dos seus é barra, ainda mais quando os seus são pesados demais... Adorei a resenha!!

      Abraços e até!

      lendoferozmente.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    25. Oie, tudo bom?
      Eu já tinha me apaixonado pela capa do livro e sua resenha aumentou minhas expectativas. Parece ser uma história instigante que também faz o leitor refletir um pouco. Famílias desestruturadas e aceitação pessoal são temas interessantes.
      Beijos,
      http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    26. Olá! Eu não conhecia esse livro até agora, achei bem interessante a premissa... Parabéns pelo blog!
      E agradeço por me apresentar esse livro. rsrsrrs

      ResponderExcluir
    27. Tadinha da menina, carrega o mundo nas costas com tantos segredos em? Essa capa é linda e o enredo me encantou,gosto de livros que tenham a família, descobertas pessoais, etc na trama. Já havia colocado o livro na minha lista de futuras leituras e depois de ler a sua ótima resenha ele não sai mais de lá, quero ele pra ontem.

      bjs

      ResponderExcluir