• Início ♥
  • Sobre ♥
  • Contato ♥
  • Layouts ♥
  • Resenhas ♥
  • Parcerias ♥
  • Rádio ♥
  • 17 julho, 2015

    Resenha: Naomi e Ely e a Lista do Não Beijo


    Naomi e Ely e a Lista do Não Beijo foi escrito pelos autores David Levithan e Rachel Cohn, o livro foi publicado no Brasil pela Galera Record e cedido ao blog pela editora em parceria.


    O livro possui um total de 254 páginas divididas em vários capítulos. Cada capítulo é narrado em primeira pessoa por um personagem diferente, que pode ser Naomi, Eli, Bruce, o primeiro (ex de Naomi), Bruce, o segundo (namorado de Naomi), Robin (amiga de Naomi), Gabriel (Porteiro gato do prédio de Naomi e Ely), entre outros personagens.


    A diagramação do livro está bem fofinha, com uma linda capa, páginas amareladas, um bom tamanho de fonte e também de margens e espaçamentos. Ao decorrer do livro algumas palavras são substituídas por emojis, mas isso não atrapalha a leitura.


    Sinopse: A quintessência menina-gosta-de-menino-que-gosta-de-meninos. Uma análise bem-humorada sobre relacionamentos. Naomi e Ely são amigos inseparáveis desde pequenos. Naomi ama Ely e está apaixonada por ele. Já o garoto, ama a amiga, mas prefere estar apaixonado, bem, por garotos. Para preservar a amizade, criam a lista do não beijo — a relação de caras que nenhum dos dois pode beijar em hipótese alguma. A lista do não beijo protege a amizade e assegura que nada vá abalar as estruturas da fundação Naomi & Ely. Até que... Ely beija o namorado de Naomi. E quando há amor, amizade e traição envolvidos, a reconciliação pode ser dolorosa e, claro, muito dramática.



    Naomi e Ely e a Lista do Não Beijo, conta a história dos amigos inseparáveis e de longa data Naomi e Ely. Naomi ama Ely e mais que isso, ela é apaixonada por ele e sonha em ter sua primeira vez com ele. Ely ama Naomy, mas ele curte garotos.
    Os dois se conhecem desde crianças, moram em apartamentos vizinhos e são inseparáveis. Naomi e Ely são como alma gêmeas que se completam e mesmo sabendo que Ely e gay, Naomi não consegue não manter esperanças de um dia ficarem juntos. 

    Para que nada abale a amizade dos dois, eles decidem criar A Lista do Não Beijo, que se trata de uma lista de garotos que nem Naomi e nem Ely podem beijar, afim de não causar ciúmes, inveja ou qualquer outro tipo de sentimentos ruins entre eles. 
    Tudo ia bem e funcionando para esses dois até que Ely beija Bruce, o segundo, que é o atual namorado de Naomi. E isso não só, termina o namoro entre Bruce e Naomi, como cria uma enorme rachadura na amizade entre Naomi e Ely. 
    O fato de haver muito amor envolvido nessa amizade e muitas expectativas criadas por Naomi com relação a Ely farão com que a reconciliação seja muito dolorosa e muito dramática.

    "...É Ely. Fofo. A Primeira pessoa em que penso quando acordo de manhã, e a última que espero ver quando caio no sono à noite. A única que é tão parte de mim quanto eu mesma."

    O livro é um jovem adulto que fala principalmente sobre amizade. Naomi e Ely além de morarem em apartamentos vizinhos, frequentam a mesma faculdade e dividem tudo: roupas, cintos, dvds.
    Naomi é linda e tem os homens ao seus pés. Ela já namorou Bruce, o primeiro, que mora no mesmo prédio que ela e Ely, e mesmo após o fim do namoro Bruce ainda é apaixonado por Naomi. 
    Agora, Naomi namora Bruce, o segundo, que ela conheceu no campus da universidade, e apesar de não ser apaixonada por ele, tudo ia relativamente bem até o fatídico dia em que Ely beijou Bruce.
    Ely é lindo, de uma beleza de causar inveja em qualquer um, e também é gay. Ele é um completo galinha, do tipo que fica uma noite com os caras e depois some. Mas depois que conhece melhor Bruce, o segundo, ele sente que finalmente pode ter uma relação que o faça sentir alguma coisa mais, e isso seria ótimo, se não fosse o fato dessa relação ter implicado no fim de Naomi e Ely.

    O livro é narrado em 1° pessoa por vários personagens, sendo a maioria dos capítulos narrados por Naomi e Ely, e isso nós dá uma boa visão de tudo que está acontecendo depois do rompimento dessa amizade, e não só pelo ponto de vista dos protagonistas, mas também de amigos e pessoas próximas aos dois.
    Ao decorrer da história, vemos o quanto é doloroso para os dois o fim da amizade, e o quanto eles sentem faltam um do outro.
    Apesar de Ely tentar várias e várias vezes colocar um ponto final a esse atrito, vemos uma Naomi muito magoada e desapontada, colocar fim em qualquer tentativa de reconciliação entre os dois.

    "Não é fácil. As coisas não que realmente importam não são fáceis. Os sentimentos de alegria são fáceis. A felicidade, não. Flertar é fácil. Amar, não. Dizer que é amigo de alguém é fácil. Ser amigo de verdade, não."

    A narrativa é bem fluida e os capítulos são curtinhos o que deu um ótimo ritmo para leitura e eu li bem rapidinho. O livro apesar de ter um grande foco na amizade, fala também sobre auto descobertas, superação, relacionamentos, homossexualidade e sobre família.
    É bacana acompanhar o amadurecimento dos personagens, nesse período em que estão separados, e mesmo os dois fazendo muita burrada no caminho, eles acabam percebendo o que é mais importante para eles.

    Recomendo esse livro para todos que gostem de livros com uma temática adolescente e que trate principalmente dos dramas vividos em uma grande amizade e nesse período de adolescência.
    O livro não traz uma história sensacional e nem é o melhor que li do autor, então procure realizar a leitura sem muitas expectativas e sem esperar nada muito profundo e grandioso desse enredo. Contudo é uma ótima leitura, leve, rápida e fofa.

    "É uma grande mentira dizer que só existe uma pessoa com quem se vai ficar pelo resto da vida.
    Se tiver sorte — e se esforçar bastante —, sempre haverá mais de uma."

    Classificação:

    28 comentários:

    1. Maiah, achei a história do livro bem fofinha.
      O tipo de YA que é fácil de se apaixonar.
      Antes, quando só tinha visto a capa do livro não dava nada por ele, mas depois de ler a sua resenha e outras ele conseguiu entrar para a listinha de desejados.
      E a Naomi com sina para Bruce's? Acho isso meio doido e engraçado.
      Fiquei curiosa para conhecer mais do Ely.

      Lisossomos

      ResponderExcluir
    2. Olá!
      A história desse livro é uma graça!
      Eu tenho lido muitas histórias "adolescentes", gosto dessa fase da vida, dos dramas e delícias dessa época... saudades hahaha!
      Adorei sua resenha e com certeza irei ler este livro =)
      A capa tá linda demais!
      Beijos!

      www.livrosdajess.com

      ResponderExcluir
    3. nunca li nada de Levithan e fiquei super a fim quando vi esse lançamento... achei essa capa muito fofa. Adoro livros com temática gay hehehe
      Bacana a ideia da lista, agora segui-la à risca... é outra história rsrsrss
      não sou mt fã de livros teen mas pra esse eu faria uma exceção...

      ResponderExcluir
    4. Oie..
      Então ter um romance não correspondido é muito ruim mesmo. Já ouvir falar desse livro, parece ser bom.. Só que é mancada se apaixonar por uma pessoa que curte a mesma fruta que você, porém ninguém manda no coração né? Eu gostei muito dos personagens, achei eles tão significativos, e só em saber que é Em primeira pessoa já fico mas feliz que o normal, é um livro que eu leria sem duvidas, porque a historia é bem bonita, essa amizade, apesar de tudo é bem Legal.. Parabéns pela resenha, ela esta Bafônica. seu blog é uma amor de lindo.
      http://garotinhaadolescentea.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    5. eu sou louca pra ler algo do David mas as vezes tenho receio porque grande parte é romance, esse me interessou um pouco porque não aparenta algo meloso demais.

      ResponderExcluir
    6. Adoro histórias adolescentes, e estou encantada pela escrita do David desde quando li Will&Will.
      Com certeza esse livro vai para wishlist.
      Beijos
      http://myself-here1.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    7. Eu to doido pra ler os livros do David, até agora só tenho 2 Garotos se Beijando, e meus amigos dão a fama de cara que só escreve livros gays, quase bato neles com esses comentarios. Bom esse livro eu não sabia muito sobre ele me apaixonei pela capa, e agora que eu sei mais sobre sem duvidas vou comprar :D

      Beijos!!
      http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    8. Oi Maiah..
      Só de olhar dá para ver que a diagramação é fofa. Adoro histórias que focam na amizade, e já quero muito este livro.
      Depende da maneira que o texto é desenvolvido, nao gosto de muitos personagens narrando, mas acho que só lendo para saber.

      livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    9. Eu gosto de livro assim, que une uma história fofa com uma diagramação mais fofa ainda.
      Esse certeza, será um livro que vou analisar para colocar em minha lista.

      Um Beijo da Rabêlo ♥
      BLOG | YOUTUBE | FAN PAGE | INSTAGRAM

      ResponderExcluir
    10. Eu estou curiosa com esse livro =, para compreender se é mais um manual de heteronormatividade ou se trata de relacionamentos, vi poucas resenhas, mas a sua foi a que melhor apresentou a obra, este é um livro que quero comprar...

      ResponderExcluir
    11. Oi, Maiah! Tudo bem?
      Eu me apaixonei por David Levithan em Todo Dia e desde então me encanto pelos livros que o autor publica. A abordagem da homossexualidade em seus livros é, a meu ver, muitíssimo importante, uma vez que seus livros são destinados ao público adolescente.

      Enfim, quero muito ler Naomi e Ely, embora esteja um pouco preocupada que o livro não seja única e exclusivamente do David. Espero gostar tanto quanto você e que ele me traga ótimas reflexões.

      Grande beijo!
      www.palavrasradioativas.com

      ResponderExcluir
    12. Oi Maiah, gostei bastante da sua resenha e achei a capa do livro linda, mas eu não curto nem um pouco YA e esse enredo não me fez querer comprá-lo. Talvez se eu ganhar de alguém ,ou vier de parceria, eu leia e acabe gostando, mas não é algo que eu compraria com meu dinheirinho escasso...

      ResponderExcluir
    13. Adoro romances fofos, acho que vou amar essa história. Li pouco do autor, então vou gostar bastante de conferir outra obra dele. E que capa lindinha <3
      beijos
      www.apenasumvicio.com

      ResponderExcluir
    14. Estou LOUCA para ler esse livro! Amo David Levithan e acho que iria adorar essa história, principalmente por ser narrada por personagens diferentes. Visões diferentes deixam a leitura mais fluida, mais rápida; na minha opinião. Sua resenha ficou ótima!
      Beijos

      ResponderExcluir
    15. Olá, tudo bem?
      Acho a capa desse livro muito linda, mas não é um livro que eu leria. Toda história que tem traição - seja de namorado, amigo, parente... - não me chama atenção e eu passo longe, mesmo que esta obra pareça ser muito boa.
      Beijos <3

      ResponderExcluir
    16. Eu adoro mesmo os livros do David, acho que eles sempre tem uma narrativa muito gostosa. Infelizmente eu ainda não tive a chance de ler esse livro, pois quem o resenhou no meu blog foi um colaborador, mas estou muito curiosa para este livro.

      http://laoliphant.com.br/

      ResponderExcluir
    17. Amiga gostei bastante da sua resenha e tenho bastante interesse em fazer a leitura, tanto que estou até com o livro na minha estante. O comprei na pré venda, mas eu ainda estava com receio de fazer a leitura sabe? Mas tipo, eu tenho que confessar que achei super estranho o nome do menino ser feminino. Me parece a história de duas meninas e não de dois amigos O.o Enfim...esse foi um detalhe que me deixou bastante confusa, mas mesmo assim espero gostar bastante da história, porque pelo jeito deve ser ótima.

      Parabéns pela sua resenha, porque adorei =]

      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/lancamentosxnovidades-ler-editorial.html

      ResponderExcluir
    18. Ao amo o David, eu amo a forma como ele escreve e desenvolve seus personagens. Esse livro ficou especialmente lindo e a premissa parece ser super legal.

      www.itgeekgirls.com

      ResponderExcluir
    19. Oi ^^
      Meu amigo ta lendo esse livro, fiquei um pouco curiosa, mas n o suficiente para pegar para ler :p
      então apesar de ser fofo e uma leitura rapida eu n vou ler ^^
      www.guildadosleitores.com

      ResponderExcluir
    20. Oi Maiah, eu ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e gostei bastante. A temática adolescente traz algumas reflexões que imagino terem sido trabalhadas no enredo. Gostei. Bjs

      http://www.territorio6.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    21. Eu vi um pessoal falando desse livro outro dia, fiquei bem curiosa para ler, parece ser muito bom! hahaha Adoro temáticas adolescentes *-*

      beijos.
      www.amigadaleitora.com

      ResponderExcluir
    22. Primeiro: AMEI SUAS FOTOS.
      O livro tem uma capa perfeita.
      Eu adorei a premissa, me imaginei no lugar da personagem kkkkk Muito louco.
      É bom saber que a leitura flui facilmente e os capitulos são curtinhos, isso sempre ajuda muito.
      Amo literatura jovem com dramas e tal kkk
      Amei

      ResponderExcluir
    23. Oi, tudo bem?
      Eu li esse livros esses dias e também não achei que é o melhor do autor, na verdade foi o mais fraco que li, mas ainda sim é um livro bacana e que traz uma história bonita, só que é melhor ler sem expectativas mesmo :/ Enfim, gostei bastante da resenha e achei essas fotos maravilhosas *o*

      Beijos :*
      Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

      ResponderExcluir
    24. Olá
      Tudo bom?
      Pela sua resenha, achei a história bem fofinha.
      Adorei sua resenha e quero muito ter a oportunidade de ler esse livro.
      Beijos

      ResponderExcluir
    25. Bem legal, me lembrou bem de leve o filme Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, onde a menina tem um melhor amigo gay (que também é deficiente visual), mas a amizade deles fica abalada quando um cara entra em cena. Apesar disso, o livro não me chamou muita atenção... A capa dele é muito bonita e original, espero que um dia eu possa me interessar por ele.

      Thaís na Cidade

      ResponderExcluir
    26. Olá! É um livro que leria, mostra um pouco a realidade que hoje em dia. Tenho duas amigas que passaram por isso e até hoje não se falam :( Espero que a amizade dos dois tenha voltado do jeito que era antes.

      Beijão da Lari!
      Brilliant Diamond | Fan Page

      ResponderExcluir
    27. Rindo aqui de Bruce, o primeiro e Bruce, o segundo... rs... Bom, se fossem duas amigas, ou dois amigos, e um ficasse com a pessoa que o outro estava afim, eu provavelmente ficaria do lado de quem sobrou... mas gente, a menina é hetero e o cara é gay, qual o sentido de terminar a amizade? Não é como se ela tivesse uma chance,,, rs... Não sei se leria esse livro... já li um livro do David que amei e outro que odiei, e acho que ainda não estou pronta pra tentar de novo.

      Beijo!

      Ju
      Entre Palcos e Livros

      ResponderExcluir
    28. Já disse que sou apaixonada por YA?
      Acho que vou ter 60 anos e ainda ler YA com a mesma intensidade kkkk
      Quero muito comprar esse livro, creio que ganharei de aniversário, e depois da sua resenha fiquei ainda mais ansiosa. Eu passo quase pela mesma situação que a Naomi, então me identifiquei bastante. A diferença é que meu melhor amigo não é gay, só é complicado mesmo e mora longe daqui. A gente não criou uma lista do não-beijo mas definitivamente esse lista existe haha
      Adoro livros que falam sobre amizade, adolescência e toda essa fase da qual sei que vou sentir saudades, apesar de tudo!
      Beijos!
      http://www.vivendonoinfinito.com/

      ResponderExcluir