• Início ♥
  • Sobre ♥
  • Contato ♥
  • Layouts ♥
  • Resenhas ♥
  • Parcerias ♥
  • Rádio ♥
  • 28 setembro, 2015

    Resenha: Em Busca de Abrigo - Jojo Moyes


    Em Busca de Abrigo foi escrito pela autora Jojo Moyes e foi publicado no Brasil pela Editora Bertrand Brasil. O livro foi gentilmente enviado ao blog como cortesia.


    O livro tem um total de 434 páginas divididas em 15 capítulos. Os capítulos são enormes e alguns chegam a ter quase 40 páginas, o que deixou a leitura arrastada e cansativa. A tradução do livro foi feita por Renato Motta.


    A diagramação está bem delicada, com uma florzinha no início de cada capítulo. As páginas são amareladas a fonte tem um bom tamanho e as margens e espaçamentos estão de um tamanho agradável.


    Sinopse: Na noite da Coroação da Rainha Elizabeth II, em 1953, a comunidade de expatriados de Hong Kong se reúne para celebrar o evento com uma festa. Enquanto os convidados tentam ouvir a cerimônia em um rádio antigo, Joy, uma jovem de 21 anos, se apaixona. Menos de vinte e quatro horas depois da festa, ela já está prometida em noivado ao rapaz, mas só tornará a se encontrar com o noivo um ano depois. Em 1980, um ato de rebeldia faz Kate, aos 18 anos, fugir do Condado de Wexford, na Irlanda, com sua filha ilegítima. Quinze anos mais tarde, Sabine deixa Hackney, o elegante bairro onde mora, em Londres, para visitar os avós que jamais conheceu e descobre que Wexford parece ter parado no tempo. Quando Sabine, sua mãe e sua avó voltam a se encontrar, um segredo de família cuidadosamente guardado é descoberto, bem como algumas verdades importantíssimas: o conflito entre o amor e o dever, as escolhas que as mulheres são obrigadas a fazer e o relacionamento entre mães e filhas.

    Em Busca de Abrigo é o romance de estreia da autora Jojo Moyes, e foi recentemente relançado pela editora Bertrand Brasil.
    O livro traz a história de três mulheres de três gerações diferentes de uma mesma família, Joy, Kate e Sabine.
    A história é toda narrada em 3° pessoa alternando de uma protagonista para outra, passando por vários lugares e cenários diferentes e alternando entre passado e presente.

    Joy é uma jovem de 21 anos, que mora com os pais em Hong Kong. Na noite de coroação da Rainha Elizabeth II, ela conhece o amor de sua vida e em menos de 24 horas já está noiva do rapaz, mas só voltará a encontrá-lo um ano depois, já que o mesmo é oficial da marinha e o navio irá zarpar em poucos dias.
    Joy é uma garota que não gosta de ser igual a todos, e por vezes ela não entende nem a melhor amiga Stella, que se mostra muito entusiasmada com coisas que Joy não vê tanta importância.
    O relacionamento dela com a mãe não é dos melhores, a mãe de Joy está sempre reclamando de suas roupas e de suas maneiras, e o fato dela querer moldá-la de acordo com o que a sociedade exige a deixa muito chateada.

    Kate é filha de Joy e de Edward Ballantyne. Ela não mantém mais contato com a família desde que fugiu de casa quando ainda era jovem. Kate mora em Londres com sua filha e atualmente está se divorciando de Geof seu segundo marido.
    Apesar de ter uma relação boa e estável com Geof, Kate conheceu Justin, com quem acabou tendo um caso arrebatador, o que a fez decidir contar toda a verdade para Geof, afim de finalmente viver um grande amor ao lado de Justin.

    Sabine é filha de Kate e neta de Joy, e está indo, contra sua vontade, passar férias na Irlanda com seus avós. Sabine tem um relacionamento distante com a mãe, e a culpa muito pelos vários "Pais postiços" que chegam e partem de sua vida. Primeiro Jim, depois Geof e agora Justin, de quem Sabine tem repugnância.
    Sabine não aprova o excesso de maridos que a mãe arruma e isso cria um grande abismo entre as duas.
    Depois de anos sem contato com os avós, ela terá que se acostumar as rígidas regras da casa e a uma avó que não é nada carinhosa.

    Realizando a leitura de Em Busca de Abrigo eu me deparei com uma história interessante, mas com personagens que de maneira nenhuma conseguiram me cativar.
    Todas as mulheres da família me pareceram de alguma maneira muito egoístas e até um pouco arrogantes as vezes, então eu sinceramente não consegui me conectar ou sentir um pouco de afeto nem pela Joy, nem pela Kate e nem Sabine.
    Algumas atitudes delas são bem reprováveis e só mostram o quanto elas pensam apenas em si mesmas ao fazer as coisas.

    O fato de o livro ter alternado a narrativa entre as três protagonistas e também entre passado e presente não deixa a história confusa, e faz com que entendamos mais cada uma das personagens.
    Das três protagonistas a Joy e a Sabine foram as que mais me deixaram indignada com suas atitudes. Joy se mostra uma mulher muito fria e que sinceramente não me passou ter o menor amor pelos filhos, ao contrário, ela desde o momento em que estava grávida demonstra uma certa aversão a filha Kate.
    Mesmo tendo sido expostos os motivos para ela se tornar uma mulher triste e amarga, isso não me convenceu, e o momento de redenção que eu esperava dessa personagem ao decorrer da história simplesmente não aconteceu.

    Sabine me pareceu uma menina muito mimada, e mesmo ela estando certa em não aprovar a vida amorosa conturbada da mãe, a maneira como ela trata a Kate é horrível e mesmo quando sua mãe tenta fazer de tudo para ser uma pessoa melhor e para reconquistar o afeto da filha, Sabine a trata com frieza e até mesmo com crueldade algumas vezes.

    O livro tem capítulos muito grandes, o que fez com que a leitura fosse muito cansativa e arrastada, então mesmo a história sendo interessante e o livro tendo uma narrativa legal, a leitura me cansou tanto, que eu não via a hora de concluir a leitura.
    Confesso que esperava bem mais de um livro da Jojo Moyes, já que ela é uma autora tão exaltada pelos leitores ultimamente.
    Apesar de não ser um livro ruim, eu o classificaria apenas como "bom", já que o enredo não traz muitas surpresas, nem pontos altos na história.

    "O tipo de amor sobre o qual  as pessoas liam em grandes livros, que inspirava canções e deixava os amantes leves como pássaros, e, no entanto, os mantinha sólidos como monólitos, vastos, abrangentes e resistentes."

    Classificação:

    28 comentários:

    1. Ando fugindo de romances, mas quero esse loucamente! Sou apaixonada por essa autora os livros dela sempre me toca de uma forma diferente. Gostei da sua resenha e amei suas fotos. Seu blog está cada dia mais lindo!

      ResponderExcluir
    2. Esse livro é bem famosinho, mas acho que teria a mesma reação que vc quanto a ele ...

      www.byanak.com.br

      ResponderExcluir
    3. Oi Maiara!
      Eu tenho uma relação estranha com a Jojo rsrs. Alguns momentos fico louca pelos seus livros, tenho aquela sensação que necessito de ler urgente. Outrora, não sinto a mínima de vontade ler.
      Não sei se é medo (sei um spoiler de um de seus livros que me deixou passada), ou não conexão com a escrita, mas acabo me afastando de suas obras.
      Talvez o dia que eu ler um livro dela morra de amores a ponto de ler todos os publicados.
      Linda resenha, me deixou com vontade conferir a obra :)
      Beeijos
      myqueenside.blogspot.com.br
      http://www.pequenosvicios.com.br/2015/09/a-trilha-v-seixas.html

      ResponderExcluir
    4. Nunca li nenhum livro da Jojo, mas admito que esse não atraiu a minha atenção como os outros livros dela que são mais recentes. Não sei explicar o porque, simplesmente não chamou a atenção sabe?
      A edição dele ta linda pelo o que pude observar é uma pena que a história não tenha te surpreendido.

      Beijos e até daqui a pouco.
      https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

      ResponderExcluir
    5. Tenho um dela aqui em casa mais ainda não li, está aguardando na fila. Mais até que gosto de romances, porém não são meus favoritos. Agora estou pensando e mai seletiva para ter certeza de que vou ler até o fim, bom!!! Tomara que eu goste.
      Mila-Scraplivros

      ResponderExcluir
    6. Eu andei foleando o livro, achei a capa muito linda e queria saber mais, mas não curti, não senti interesse em comprar e conhecer mais sobre a autora.

      ResponderExcluir
    7. Eu já me desinteressei pelo motivo dos capítulos serem longos demais! Eu não me senti cativado por nenhuma das personagens que citou, acho que ela não faria o meu estilo... Adorei a resenha, parabéns!

      Abraços e até!

      http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    8. Oii
      Ainda não tive a oportunidade de ler nada da Jojo e pela sua resenha se eu começar por esse em questão vou detestar.
      o que me chamou a atenção no inicio da sinopse se perdeu e me confundiu.
      Beijos
      www.estudiodecriacaoblog.blogspot.com

      ResponderExcluir
    9. Oi Maiah, tudo bem?
      Eu tô com esse livro na estante desde que a Bertrand lançou, mas não li.
      Ele tem um trabalho gráfico perfeito, só não gostei de saber que os capítulos são longos e tornam-se arrastados.
      Ainda não conheço a Jojo Moyes mas acabo de decidir que em busca de abrigo não será meu primeiro contato. Além de não ter gostado do fato da leitura ser cansativa, não gostei também dos personagens não serem convincentes.

      Beijos.
      Leituras da Paty

      ResponderExcluir
    10. oie maiah
      sempre que vejo sua resenha sobre os romances fico pensando 'sinhô queria ter esse animo' mas quando olho pros livros da jojo imagino mel saindo deles '--' kkkkkkkkk

      ResponderExcluir
    11. Olá; eu já li um outro livro da autora e fiquei com a impressão de que ela escreve livros muito dramáticos, que eu prefiro evitar, mas Em busca de abrido tem uma premissa interessante, e eu gostaria de lê-lo, mesmo não tendo sido uma das suas melhores leituras.

      ResponderExcluir
    12. Oi, Mai! Como vai?
      Pooooxa, que pena que você não gostou tanto. Odeio quando não me apego a nenhuma das personagens, acho bem chato, principalmente personagens egoístas desse jeito. A história em si parece meio amarga só pelo fato de as personagens principais serem assim. Não gosto também quando não há o momento da redenção e tudo o mais, porque, cara... não faz sentido. Quer dizer, pra quê? Eu não estava muito QUEROOOOO com esse livro, mas até que queria er. Minha vontade não esgotou 100%, mas acho que não vou gostar muito. Talvez um dia eu leia. Ainda não li nada da Jojo, mas tenho 3 livros dela. Acho que esse deve ser assim por ser o romance de estreia dela. Não duvido. Dizem que ela é fantástica!
      Beijinhos,
      Karol.
      www.heykarol.com

      ResponderExcluir
    13. Oi Maiah, eu nunca li nada da autora e tenho muita vontade de conhecer a sua escrita, mas acredito que apesar desse livro ter uma trama interessante eu não começaria por ele, talvez mais para frente só :D

      Beijos

      http://www.oteoremadaleitura.com/

      ResponderExcluir
    14. Não curto muito essa autora, talvez seja porque não me identifico com a forma de escrita dela. Achei um pouco clichê demais.
      www.saotantas.blogspot.com

      ResponderExcluir
    15. Oi, tudo bem?
      Eu li um livro da Jojo e fiquei apaixonada, por isso toda vez que vejo outro fico animada e esse eu tenho aqui em casa, mas ainda não deu para ler :c Eu achei interessante o livro contar a história de três mulheres, mas confesso que saber que os capítulos são longos e que Sabine é mimada me desanimou um pouco :/

      Beijos :*
      Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

      ResponderExcluir
    16. Maiah, eu tenho muita curiosidade de ler algo da Jojo, mas pelo que você falou desse livro eu ficaria com abusos dessas mulheres e com capítulos grandes, então, fico mais desmotivada.
      Acho que vou iniciar por outra obra da autora.

      Lisossomos

      ResponderExcluir
    17. Maiah!
      Eu amo a Jojo e to querendo muito esse livro. Adoro livros com vários pontos de vista e ja to vendo que vou querer matar cada uma das protagonistas. Espero gostar, pelo menos, da história.
      Beijos

      Lumartinho.Blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    18. Oi!
      Esse não é o livro da Jojo que mais me atraiu, mas ainda sim achei bem interessante. Gosto muito de histórias que se passam em séculos passados.

      Beijos
      http://ummundochamadolivros.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    19. Eu gostei muito do enredo desse livro, achei interessante a forma que a autora abordou a história, mas confesso que a narrativa estava um pouco pesada e cansativa. Fiquei feliz em saber que ao longo do tempo, a autora evoluiu nisso.

      http://laoliphant.com.br/

      ResponderExcluir
    20. Eu gostei da trama e fiquei curioso para ler, até porque é como falasse Maiah, o pessoal exalta muito as obras da Jojo Moyes. Mas pela resenha e pelas páginas imensas, confesso que me desestimulei. Talvez por ser o livro de estreia dela esse seja assim, não é? Vai ver os próximos são melhores, não sei porque nunca li nenhum, mas se um dia for ler uma obra dela acho que não irei começar por essa daí.

      Autor de A Página Certa
      www.laplacecavalcanti.com

      ResponderExcluir
    21. Tenho um pouco de preconceito com livros de capítulos muito grandes (Pois é kkkk). Não sei se iria curtir a leitura por esse motivo. A sinopse parece boa, mas não sei :/
      belapsicose.com

      ResponderExcluir
    22. Tenho um pouco de preconceito com livros de capítulos muito grandes (Pois é kkkk). Não sei se iria curtir a leitura por esse motivo. A sinopse parece boa, mas não sei :/
      belapsicose.com

      ResponderExcluir
    23. Tenho um pouco de preconceito com livros de capítulos muito grandes (Pois é kkkk). Não sei se iria curtir a leitura por esse motivo. A sinopse parece boa, mas não sei :/
      belapsicose.com

      ResponderExcluir
    24. Acredia que nunca li nada da Jojo? Hahahaha. Já tentei ler 'o que eu era antes de você' e não consegui me agarrar na história, e acabei trocando no skoob.
      Mas fiquei triste em saber que esse é assim também, ainda mais com esses capítulos de 40 páginas (amém senhor).

      ResponderExcluir
    25. Já tinha lido resenhas que não gostaram muito desse livro da autora, e agora saber que os capítulos são enormes me desanimou mais ainda, gente, odeio capítulos infinitos, parece que a leitura não anda.
      A história realmente parece interessante, mas como nunca li nada da Jojo, não vou começar por esse livro. rs
      www.apenasumvicio.com

      ResponderExcluir
    26. Olá! Adoro uma resenha sincera e verdadeira não apenas a parte dos elogios.
      Eu não gosto muito da autora, tenho um certo preconceito e não sei se leria esse não, ainda mais tu dizendo a sua opinião sobre ele.
      http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
      Xoxo

      ResponderExcluir
    27. Os livros da autora parecem ótimos, mas tem uma carga dramatica que para mim é exagerada, esse parece ser mais interessante que os demais, mas não sei se leria agora

      ResponderExcluir
    28. Olá!
      Eu nunca li nada da autora, mas acho que não começaria por esse livro. Dos livros dela, esse é o que menos me atrai, acho a premissa dele meio sem graça, sei lá :(
      Acho que talvez leia esse livro mais para frente, mas não no momento.
      Ótima resenha!
      Beijos!

      ResponderExcluir