• Início ♥
  • Sobre ♥
  • Contato ♥
  • Layouts ♥
  • Resenhas ♥
  • Parcerias ♥
  • Rádio ♥
  • 15 fevereiro, 2016

    Resenha: A Lente de Marbury #01 - Andrew Smith


    A lente de Marbury escrito pelo autor Andrew Smith é o primeiro livro de uma série de mesmo nome, e que acaba de ser lançada no Brasil pela Editora Gutenberg, que amavelmente nos cedeu esse exemplar para resenha.


    O livro tem um total de 286 páginas, divididas em 59 capítulos. A tradução foi feita por Bruno Vasconcelos.


    A diagramação está bem agradável, com páginas amareladas, uma fonte de bom tamanho e margens e espaçamentos que proporcionam uma leitura confortável.


    Sinopse: O LUGAR ERRADO NA HORA ERRADA! Um sequestro, um assassinato, um par de óculos… Aos 16 anos, tudo o que Jack mais quer é curtir as férias de verão com seu melhor amigo, Conner, e eles vão dar uma grande festa para celebrar o fim das aulas. Mas algo dá muito errado! Jack perde a linha, fica bêbado e acaba caindo nas mãos de um maníaco que o droga e o sequestra. Ele escapa por um triz, e só conta o que sofreu para Conner. O amigo tenta tranquilizá-lo, dizendo que tudo vai acabar bem. Mas será que vai? A viagem de férias para a Inglaterra parece ser a oportunidade perfeita para se livrar de seus fantasmas, mas Jack sabe que sua vida nunca mais será a mesma. Em Londres, um estranho lhe entrega um par de óculos cujas lentes lhe mostram um outro mundo. Um local chamado Marbury. Marbury está em guerra. É um lugar desolador que cheira à morte e destruição, onde os poucos sobreviventes precisam fugir se quiserem continuar vivos. Nesse mundo apocalíptico, Jack é responsável por dois garotos mais jovens, que são seus únicos companheiros, e também precisa enfrentar Conner, que o persegue e quer matá-lo. Será que Jack conseguirá escapar e lutar com seu melhor amigo? Será que tudo o que ele viu nesse unverso paralelo é real, ou seriam apenas alucinações provocadas pelas drogas que o sequestrador lhe injetou? Como agir quando loucura e realidade se confundem? Jack está perdendo o controle e sua única certeza é que sua vida está em jogo.

    A Lente de Marbury é o 2° livro que leio do autor Andrew Smith, mesmo autor do livro Minha Metade Silenciosa, que é um dos meus livros favoritos de toda a vida.
    Então vocês já devem imaginar o quanto estava empolgada e cheia de expectativas para a leitura desse livro, né?.
    Mas infelizmente minhas expectativas não foram atendidas e a leitura foi uma senhoradecepção.

    O livro conta a história de Jack, um garoto de 16 anos que mora em Glenbrook com os avós, e que tem como melhor amigo Conner Kirk.
    Em uma festa na casa de Conner, Jack acaba bebendo demais e caindo nas mãos de um homem que o droga e o sequestra.
    Mesmo apavorado com a situação, Jack consegue escapar de seu cativeiro e voltar para casa de Conner, onde ele conta tudo que aconteceu ao amigo.

    Conner tenta acalmar Jack e afirma que a viagem que eles farão para Inglaterra com certeza irá ajudar Jack a superar esse grande trauma, mas Jack sabe que algo está errado com sua mente e que provavelmente ele nunca mais será o mesmo depois de tudo que aconteceu.
    Em Londres, ele recebe um óculos de um desconhecido cujas lentes o transportam para um outro mundo chamado Marbury. Lá, Jack é responsável por dois meninos Ben e Griffin. O lugar está em guerra e completamente devastado, cheio de corpos e sangue por todos os lados, e lá Jack tem que lutar para salvar a sua vida e a de seus dois únicos companheiros Ben e Griffin.

    Iniciei essa leitura cheia de expectativas e confesso que a história que eu encontrei nas primeiras páginas estava me agradando bastante, o ritmo da leitura estava fluindo muito bem e a narrativa do autor estava muito boa e até me fez lembrar um pouco de Minha Metade Silenciosa.
    Mas assim que o Jack é sequestrado e depois disso vai para Londres e começa a ser transportado para Marbury, a história desandou completamente pra mim. A leitura começou a ficar arrastada e a história começou a ficar confusa e repetitiva.

    A maneira com que o autor narra os fatos que acontecem em Marbury não me convenceram e me deixaram bem confusa ao decorrer da leitura.
    A imaturidade dos personagens também foi algo que me incomodou bastante nessa história, mesmo se tratando de um livro em que os protagonistas são dois adolescentes, eu acho que o autor exagerou um pouco no excesso de palavrões na história e isso apesar de geralmente não me incomodar, nesse livro me incomodou, acredito que em todas as páginas tem 1 ou 2 palavrões soltados pelos garotos e isso ao decorrer da história inteira se tornou chato e desnecessário.

    Jack passa a ser um personagem chato que fica o tempo todo sem saber o que é real e o que não é, e divagando o tempo todo consigo mesmo, repetindo sempre as mesmas frases, o que deveria ter um efeito de mostrar o quanto ele está abalado, mas para mim só deixou a coisa muito repetitiva.
    Conner foi outro personagem que não me agradou, ele é o típico adolescente fútil que se acha o máximo e que acredita que pode tudo e é invencível. Tanto ele quanto Jack não me provocaram o mínimo de empatia durante toda a história.

     A leitura se passou de maneira arrastada e eu confesso que não via a hora de terminar essa história. Os únicos trechos que me prenderam um pouco na leitura foram as primeiras 50 páginas e as partes em que o Jack conta a história do Seth, um jovem garoto que conhecem de Marbury.
    Fiquei bem desapontada com esse livro por ser de um autor que eu gosto tanto e mesmo assim não ter sido uma boa leitura.
    Vi que muita gente que leu gostou muito da história, então vai ver que o problema foi comigo e não com o livro, então para quem gosta de livros que envolvem fantasia e muitas cenas sangrentas e até um pouco perturbadoras pode ser uma leitura interessante.

    "Não sei o que vejo e faço em Marbury está no futuro ou se vem do passado. Talvez tudo esteja acontecendo ao mesmo tempo. O que sei é que desde que comecei a visitar aquele lugar não pude mais parar."

    Classificação :

    34 comentários:

    1. Confesso que a premissa não me interessou, vai ver que o problema está com você o comigo. Óbvio que como não li o livro a história ficou um pouco confusa pra mim, o óculos transporta ele ou ele fica no mesmo lugar vivendo uma realidade paralela? E entendo o que você disse, as vezes o autor tenta aproximar a linguagem do livro com a do publico alvo, mas fica exacerbado, repetitivo e cansativo, isso pode estragar uma leitura muito boa.

      Beijos,
      Mariana Baptista
      https://umavidaporlivro.wordpress.com/

      ResponderExcluir
    2. Tinha visto esse livro nos lançamentos da Editora Gutenberg, a capa chamou bastante minha atenção e a premissa também. Sua resenha me desanimou bastante em lê-lo, odeio livros com personagens chatos e palavreado de baixo calão. Quem sabe mais pra frente enfrento essa leitura, mas por hora melhor deixar passar ahahhahah

      ResponderExcluir
    3. Oi, eu achei a premissa bem bacana, uma pena que o livro tenha te decepcionado.
      É uma droga quando criamos tanta expectativa </3
      Abraços.
      http://litaralmentelivros.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    4. Ola lindona que pena que o livro não atendeu suas expectativas, ainda mais quando o autor perde o ritmo no meio do livro, desanima, a primeira vista a premissa não me chamou atenção, então dessa vez vou deixar passar a dica. beijos

      Joyce
      www.livrosencantos.com

      ResponderExcluir
    5. Maiah, que pena que você ficou decepcionada :/
      Eu amei a capa desse livro e tava adorando a premissa da história até você começar a explicar o porquê tinha sido uma decepção. Acho que vou procurar outras resenhas pra saber mais detalhes, porque eu tava ficando bem instigada com a história. Quem sabe eu não tenha uma opinião um pouco diferente, né? Mas só lendo pra saber.

      Um Metro e Meio de Livros

      ResponderExcluir
    6. Olá
      Nossa que pena que o livro foi uma total deserção para você. Eu achei o enredo bem legal e eu adoro o trabalho gráfico e todo o dsing da editora Gutemberg, e essa tá top. Espero poder comprar e ler o livro. O enredo me deixou bem empolgado
      Bjks

      ResponderExcluir
    7. Nossa! que resenha mais sincera.
      Eu não conhecia o livro e já pela capa eu não me interessei por ele, a sinopse é instigante e sua resenha começou falando bem do livro e eu até estava abrindo uma pontinha de curiosidade mas aí vieram os pontos negativos e decidi que não quero mesmo ler esse livro. Uma coisa que eu detesto em livros são palavrões. Fico chateada quando leio um livro assim e ainda mais num livro como esse, onde não deveria MESMO .

      ResponderExcluir
    8. Oie.
      Nunca li nada do autor, e realmente ao ler sua resenha fiquei triste, pois a premissa do livro é muito boa. Mas enfim, se somente as 50 páginas te deixou anima, então realmente a coisa é feia. Quando as 50 primeiras são paradas e depois melhora ainda vai, mas o contrario é complicado.
      Que chato que as coisas ficaram confusas e repetitivas, eu realmente entendo quando um livro é chatinho e queremos terminar logo.
      Uma pena!
      Mas sua resenha está ótima e muito bem escrita ♥

      http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2016/02/divulgacao-lancamento-fada-madrinha-e.html

      ResponderExcluir
    9. Eu achei essa capa muito estranha. Tá até entendi o porque do garoto com óculos, mas mesmo assim achei que poderia ser uma capa mais bonita.
      E toda essa história de ele ver uma outra realidade através do óculos não me convenceu muito.
      Junta esss ponto com os fatos negativos que você ressaltou no livro vou deixar para uma próxima dica, pois esse não despertou meu desejo de ler.
      Bj
      camila Bernardini Coelho

      ResponderExcluir
    10. Eu achei essa capa muito estranha. Tá até entendi o porque do garoto com óculos, mas mesmo assim achei que poderia ser uma capa mais bonita.
      E toda essa história de ele ver uma outra realidade através do óculos não me convenceu muito.
      Junta esss ponto com os fatos negativos que você ressaltou no livro vou deixar para uma próxima dica, pois esse não despertou meu desejo de ler.
      Bj
      camila Bernardini Coelho

      ResponderExcluir
    11. Oi!
      Eu imagino a sua decepção ao ler esse livro, já que você gosta do autor. É sempre bem triste. Não vou dizer que a história em si me chamou a atenção, mas não me parece ser totalmente desinteressante. É uma pena que houvessem tantos pontos negativos e que infelizmente desanimassem a minha leitura. Mas quem sabe um dia eu não leia, né? Haha beijo!

      ResponderExcluir
    12. Oi!
      Eu ainda não li nada do autor e na verdade não fiquei muito interessada na sinopse desse, saber que você não gostou muito também não me animou... Que pena que a leitura te decepcionou!
      Beijos!
      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-filho-das-sombras.html

      ResponderExcluir
    13. Olá!!!
      Achei um pouco confuso e momento não leria o livro. Sinto por ter se decepcionado com o livro, as vezes as expectativas nos sabotam. Gostei da capa e a diagramação está muito bem elabora.

      Beijos
      Carla Fernanda
      http://livrosqueliblog.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    14. Ainda não li nada do autor, mas tenho um livro dele aqui na minha estante e acho que vou conferir sua escrita através desta indicação aqui. Confesso que a capa é bem bizarra, mas ainda assim, acho que vou apreciar a história. Adorei as fotos que você postou, quase pude sentir o livro aqui nas minhas mãos.
      beijos

      ResponderExcluir
    15. Oiee ^^
      Ainda não conhecia esse livro, mas a premissa dele não me agradou muito, não. Não gosto muito de histórias com sequestros e coisas do tipo, e quando o menino foi para Londres e ganhou o tal óculos, e se transportou para outro mundo, fiquei um pouco confusa *-* é uma pena que a história não tenha te conquistado muito, mas eu sei que não o leria.
      MilkMilks
      http://shakedepalavras.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    16. Olá, tudo bom?

      A capa já tinha me chamado a atenção, então fiquei bem curiosa pra ler a sua resenha e ver o que achou no livro. Talvez seja só você mesmo, mas pelo que detalhou nessa incrível resenha, acredito que eu também não gostarei muito do livro, o que é uma pena :(

      É tão ruim quando não gostamos de um livro de um escritor que gostamos, né? Parece que a decepção é maior do que se fosse escrito por outro escritor qualquer...

      Enfim, mesmo assim, obrigada pela dica!

      Beijos.

      http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    17. Oi Maiah, que pena que o livro se tornou chato e repetitivo, é uma pena quando começamos uma leitura animadas e no decorrer do livro, alguns fatos nos desanimam. Apesar que eu achei a trama dele bem interessante, eu ainda quero dar uma chance ao livro para ver se eu gosto.

      Beijos

      http://www.oteoremadaleitura.com/

      ResponderExcluir
    18. Oi, florzinha! Tudo bem?
      Eu estou louca para ler esse livro. Ano passado li 'Selva de Gafanhotos' do mesmo autor e gostei bastante. Acredito que os palavrões devam ser algo natural para ele, já que no livro que citei, ele solta vários, haha. Uma pena que o livro não tenha te agradado tanto :( Mas como confio muito nas suas opiniões, quando for lê-lo, vou ficar mais com o pé no chão e não me encher de expectativas.

      PS: Fazia tempo que eu não passava por aqui, adorei como está o visual do blog!

      Beijinhos
      www.procurei-em-sonhos.com

      ResponderExcluir
    19. Amiga lendo a sua resenha eu comecei a ficar bastante interessada em relação ao sequestro do personagem e depois saber que ele se se transporta para outro mundo. Só que tu disse ai que apesar da narrativa ser envolvente e fluida, depois que ele começa a fazer essas viagens entre um mundo e outro a coisa desanda completamente né? Eu sinceramente não sei, eu fiquei agora no meio termo se leio ou não. Fiquei curiosa com a estória. Mas ao mesmo tempo fiquei desanimada quando tu disse que a narrativa se arrasta depois, porque normalmente isso me dá um sono do karamba. Eu não curto livros assim sabe? Mas não sei, quem sabe eu venha a ter um ponto de vista diferente também. Isso pode acontecer. Mas eu gostei da premissa e acho que poderia conhecer sim, mas vou pegar em ebook porque assim se eu não gostar tem como devolver rs

      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-o-garoto-ao-lado.html

      ResponderExcluir
    20. Olá!
      É uma pena você não gostar de um livro.
      Eu não gostei da capa do livro nem da sua premissa, mas não achava que encontraria isso.
      O fato de só as primeiras 50 páginas terem te prendido, diz muito da trama, em minha opinião. Infelizmente, não fiquei com vontade de ler o livro e acho que, mesmo que lesse, ele não funcionaria pra mim :(
      Beijos,
      http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    21. Oii, tudo bem?
      É uma pena o livro não ter dado certo para você, eu confesso que o inicio da historia até me chamou a atenção, porém me desanimei ao saber que a historia fica confusa e arrastada. Acredito que a leitura do livro não daria certo para mim.

      ResponderExcluir
    22. Olá! primeiro, essa capa é divina! A perspectiva que ela tem, me dá a impressão que a lente está pendurada na capa. Achei a sinopse bem legal, e confesso que fiquei triste ao saber que o autor desanda...Estava em empolgada para saber as aventuras nesse outro mundo, mas, pelo jeito não é tão emocionante assim. Beijos!

      Entre Livros e Pergaminhos

      ResponderExcluir
    23. Olá!

      Não tive uma boa experiência com o Andrew Smith, li Minha Metade Silenciosa por causa dos inúmeros comentários positivos, e acabei não gostando tanto, senti falta de um aprofundamento em alguns assuntos importantes. Por isso, quando vi esse lançamento não me empolguei tanto e fiquei a espera de uma opinião, e confesso que meio que já esperava por um comentário não tão legal sobre o livro.

      Beijos,
      entreoculoselivros.blogspot.com

      ResponderExcluir
    24. História cansativas não é comigo não normalmente não consigo ler ate o final, e se chego a final é como se eu tivesse perdido meu tempo, e poderia estar lendo algo que realmente me envolvesse, porem a estória em sim tem muitos pontos positivos, o problema é o decorrer da história o que com certeza tornaria a leitura insuportável.

      ResponderExcluir
    25. Nossa, que triste! É tão horrível quando estamos querendo muito ler algo de um autor que somos fãs e quando conseguimos finalmente colocar as mãos no livro ele não chega nem perto de atender as nossas expectativas... Mas olhe o lado positivo, apesar desse livro ser cansativo e você não ter gostado, sua resenha apresentar o comentário em relação a Minha metade silenciosa fez com que eu tenha vontade de ler esse e entender porque você amou tanto o autor.rs

      ResponderExcluir
    26. Olá... flor, tudo bem??
      É uma pena que a leitura não fluiu pra você... eu solicitei o livro porque amei a capa e a proposta... nunca li nada do autor e morro de vontade de começar... vou iniciar com esse livro, mas pretendo ler o outro que citou aqui, porque a minha curiosidade é imensa... alguns dos elementos que você citou me chamaram atenção... e sim a imaturidade dos personagens me deixou receosa, mas não posso falar muito porque estou me baseando pelo que li da sinopse... espero curtir a leitura já que ainda não conheço a escrita do autor... xero!!

      http://www.minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Diana, não fica receosa com a imaturidade os personagens, pois você já viu um garoto de vida "boa" com 16,17 anos "maduros??", por favor, o contrário é que seria surreal.... Mas ao longo da narrativa, os meninos são testados o tempo todo, e a fidelidade dos dois é comovente. Jack "imaturo", volta para Marbury, para salvar os garotos... Pensa bem, você sentada no sofá de sua sala, coloca uma óculo e aparece em outro lugar (outro mundo), mas com a lembrança do primeiro? Eles foram muitos corajosos. O livro é bom... O estilo é que pode não te agradar.... Lê toda a série a torre negra ou talismã e a casa negra de stephen king, que você vai entender o que tô falando.... ;)

        Excluir
    27. Oi,
      Poxa que chato o livro não ter te conquistado.
      E muito ruim e quando criamos expectativa e somos pegos de surpresa por algo não tão bom.
      Sobre o livro, apremissa parece boa penacser mal desenvolvido.
      Como não sou fã de fantasia vou deixar passar.
      Bjs
      Luana Lima
      http:// blogmundodetinta.blogspot. com

      ResponderExcluir
    28. Oi,
      Poxa que chato o livro não ter te conquistado.
      E muito ruim e quando criamos expectativa e somos pegos de surpresa por algo não tão bom.
      Sobre o livro, apremissa parece boa penacser mal desenvolvido.
      Como não sou fã de fantasia vou deixar passar.
      Bjs
      Luana Lima
      http:// blogmundodetinta.blogspot. com

      ResponderExcluir
    29. Nossa que viagem!
      Muito loca a sinopse desse livro rsrs. Concordo com você, é meio perturbador, mas ao mesmo tempo desperta minha curiosidade, sabe...
      Pena que a leitura foi arrastada e não te agradou, mas valeu pela experiência, certo?
      bjs
      diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    30. Oie :D

      Gostei bastante da resenha. Vejo muita gente falando bem deste livro mas confesso que ele ainda não conseguiu me cativar a ponto de querer lê-lo logo. Quem sabe um dia, né?

      ResponderExcluir
    31. Olá, tudo bem?

      Assim que vi que a resenha seria de um livro do mesmo autor de Minha Mente Silenciosa fiquei bem animado, pois todo mundo fala super bem desse livro e queria ver a opinião dos outros a respeito desse seu novo livro, porém, fui me decepcionando com você a ler sua resenha. De veras a premissa do livro não me cativou, e a confusão descrita me desanimou, mas as vezes, o problema é que vamos muito sedento ao pote!

      http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    32. Olá Maiah tudo bem?
      Que pena que a leitura não funcionou com você, eu gostei da sinopse apesar de ter achado a capa um horror, mas que pena que o autor não soube conduzir o livro de uma maneira menos desastrosa, também detesto livros que patinam sem sair do lugar e pecam pela falta ou excesso de algum elemento.
      Espero que a próxima leitura seja mais proveitosa,
      Beijocas.

      Giuliana

      ResponderExcluir
    33. Pessoal, boa tarde!!!
      O livro é muuuiiito bom!!!! Mas só vai entender desse jeito quem já leu e gostou dos livros O talismã e a Casa negra de Stephen King. As lentes realmente levam Jack para uma realidade paralela, dão dois mundos... Acabei de ler o livro e espero que tenha uma continuação, com os meninos que Jack conseguiu salvar. Cara, o Coner é infantilzão,sim!!!, mas o que ele tem de legal é amar tanto o Jack (como irmãozão) e tem esse sentimento tão lindo como um fato inegável em sua vida. Ah, lembrei da série A TORRE NEGRA, também de Stephen, são vários livros, com a mesma realidade de dois mundos e acho que a leitura desses livros ajudou para que eu não estranhasse o universo de "A lente de Marbury". Adoro literatura fantástica, mundos alternativos e mundos paralelos. O livro é muito bom... acho que depende do tipo de narrativa que mais apreciam.
      Valeu!!!

      ResponderExcluir