• Início ♥
  • Sobre ♥
  • Contato ♥
  • Layouts ♥
  • Resenhas ♥
  • Parcerias ♥
  • Rádio ♥
  • 11 julho, 2016

    Resenha: Talvez Um Dia (Maybe #01) - Colleen Hoover


    Talvez Um Dia é um New Adult escrito pela autora Colleen Hoover e publicado no Brasil pela Editora Galera Record, que gentilmente nos cedeu esse exemplar em cortesia.


    O livro tem um total de 365 páginas 25 capítulos. Os capítulos são curtinhos, o que deixa a leitura bem fluida. A tradução foi feita por Natalie Gerhardt.


    A diagramação está simples, mas bem agradável. A Arte de capa está linda e combina bem com a história do livro. As páginas são amareladas, a fonte tem um bom tamanho e as margens e espaçamentos proporcionam uma leitura confortável.


    Sinopse: Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.


    Talvez Um Dia (Maybe #01), é um New Adult escrito pela autora Collen Hoover e publicado pela Galera Record.
    Nessa livro conhecemos a história da Sidney, uma estudante universitária de música de 21 anos.
    Sidney vê motivos na vida para reclamar! Ela está cursando o curso que tanto queria, divide um apartamento com sua melhor amiga Tori, e ainda namora Hunter, um gato que a trata de maneira atenciosa e que está com ela a 2 anos.

    Tudo ia perfeitamente bem na vida dela até o dia de seu aniversário de 22 anos. Sidney espera receber uma festa surpresa, mas as surpresas que a aguardam nesse dia na realidade são outras.
    Ela acaba descobrindo que seu namorado Hunter tem um caso com sua melhor amiga Tori, e de uma vez só ela perde as duas pessoas em que mais confiava, o emprego e o lugar em que morava, já que ela não pretende continuar dividindo o apartamento com uma traidora.
    Dois socos depois, ela acaba na chuva e sem ter para onde ir, e acaba achando abrigo na casa de Ridge, um músico que ela a um tempinho vinha admirando de sua varanda.

    "Ás vezes as palavras podem causar um efeito muito maior no coração do que um beijo."

    Os dois acabam descobrindo que Sidney tem talento para compor, e logo eles começam a trabalhar juntos nas composições da banda de Ridge a Sonds Of Cedar, e com o tempo eles vão descobrindo uma grande atração um pelo outro e que só aumenta a cada dia.
    Ridge é lindo, encantador e seria perfeito para Sidney se não fosse por um grande detalhe, ele tem namorada!
    Ela não quer ser uma traidora como Tori, pois detesta a ideia de fazer alguém sofrer o que ela mesma acabou de sofrer.
    Então juntos ela e Ridge procuram uma maneira de continuar compondo, mas sem cruzar os limites.

    O livro é todo narrado em 1° pessoa, com uma narrativa dividida entre a Sidney e o Ridge, o que foi muito bom, já que possibilitou conhecer bem ambos os personagens e entender os dilemas que cada um estava vivendo.
    Sidney é uma jovem que busca independência dos pais, e por isso decide cursar música, ao invés de direito, já que esse é o seu sonho. Ela era uma pessoa feliz e bem resolvida até descobrir no dia de seu aniversário que seu namorado está traindo ela e justamente com sua melhor amiga e companheira de apartamento. O mundo desaba para Sidney nesse dia e ela perde qualquer confiança que ela tinha nas pessoas. Sidney está completamente desacreditada da vida, do amor e de tudo e precisa se reerguer.

    A narrativa desse livro, é muito gostosa e tem um ritmo muito bom. Apesar de ter uma carga de drama considerável, ele não deixa de ser uma leitura leve e muito divertida, e que me rendeu muitas risadas ao decorrer da leitura.
    Os personagens são todos muito bem construidos e isso foi o que mais me agradou nessa leitura. Tanto os personagens principais quanto os secundários são muito bem desenvolvidos pela autora e todos tem um papel importante na trama.

    "Como é que duas pessoas ótimas e cheias de boas intenções podem acabar tendo sentimentos despertados por tanta bondade, mas que na verdade são tão ruins?"

    Esse é um livro que com certeza irá dividir muito os leitores quanto ao que acreditam ser certo ou errado, já que cada um vai julgar de uma forma.
    E isso foi justamente o que me fez não apreciar completamente essa leitura, já que eu não consigo achar e  a autora não conseguiu me convencer de que aquilo era certo.
    Não consegui apreciar o rumo que a história tomou, mesmo já esperando que isso acontecesse e também não concordei com algumas coisas que aconteceram, e achei que tudo foi "fácil" demais e que na vida real não é assim que as coisas acontecem.
    Claro que essa é a minha opinião e tenho certeza que cada um irá pensar uma coisa diferente do desenvolvimento da história.

    Mesmo algumas coisas não tendo me agradado, isso ocorreu mais na parte final do livro, e tem a ver com meu conceito do que é moralmente aceitável e não com o fato do livro ser ruim, coisa que eu quero deixar bem claro que não é!
    A história caminha em um ritmo muito agradável, e com uma narrativa muito fluida e muito bonita e mistura muito bem romance, drama, comédia e muita música.
    Recomendo a trama para todo os fãs da Colleen Hoover e também para todos que amam um bom New Adult. Essa é uma leitura leve, fofa, divertida e regada a muita música.

    "No entanto, após Maggie entrar em cena, percebo que não poderá haver um talvez um dia entre nós. Nunca haverá um talvez um dia. Ele a ama, e ela obviamente o ama, e não posso culpá-los, porque seja lá o que eles têm, é lindo."

    Classificação:


    22 comentários:

    1. Olá
      Sua resenha está ótima, mas é uma pena que você não tenha curtido tanto a leitura, mas entendi seu ponto de vista sim. Teve um momento que eu também cheguei a ficar dividida, mas a autora conseguiu me convencer que os caminhos escolhidos estavam mais do que certos. No meu caso, devo admitir que sou completamente apaixonada por esse enredo, e é um dos meus preferidos da CoHo ♥

      Beijos, Fer
      www.segredosemlivros.com

      ResponderExcluir
    2. Olá,
      Eu adoro os livros da CoHo e esse é um dos meus favoritos. Achei SENSACIONAL a autora colocar uma trilha sonora e isso deixou a leitura muito mais leve e fluída. Entendo seu ponto de vista, e acredito que o livro consegue nos tocar justamente no que achamos certo ou errado e nos faz pensar em algumas atitudes.
      Parabéns pela resenha!

      www.booksimpressions.com.br

      ResponderExcluir
    3. Oi Maiara, acho que você é a primeira pessoa que eu vejo que não gostou tanto assim desse livro. Para mim que ainda não tive a chance de ler, é mega importante saber a opinião de pessoas que não surtaram com essa história. Parabéns pela resenha, está muito bem escrita.
      Beijos
      Quanto Mais Livros Melhor

      ResponderExcluir
    4. Eu quero muito ler esse livro e a sua resenha só me deixou ainda mais instigada para realizar essa leitura pois foi uma das mais sinceras que eu já li até hoje. Eu achei interessantes os pontos que você mencionou e espero poder gostar da leitura, eu gosto bastante do gênero e o enredo me agrada bastante.

      ResponderExcluir
    5. Este é o meu livro favorito da autora e olha que eu adoro todos!!! Entendo a sua opinião em não ter concordado com o certo e errado da autora, mas o que mais apreciei na narrativa, foi a peculiaridade do Ridge e ainda assim, não matar o seu talento e também, como o livro terminou e a cena final... nunca esquecerei!!!
      MEU AMOR PELOS LIVROS
      Beijos

      ResponderExcluir
    6. Oi,
      Eu vivo dizendo que preciso ler algum livro da Colleen e estou sempre adiando, já li várias resenhas positivas em relação a esse. Mesmo você não tendo concordado com uma parte da história fico feliz que isso não tenha feito você desgostar do livro. Eu fiquei bem curiosa em relação ao desfecho da história, como se resolve a situação entre Sydney e Ridge. Espero poder ler o livro em breve e matar a minha curiosidade.
      Beijos
      Um Rascunho a Mais

      ResponderExcluir
    7. Oie...
      Collen, apesar de ser muito aclamada no meio editorial, não conseguiu me conquistar tanto assim, após muita gente me indicar suas obras decidi ler O LADO FEIO DO AMOR (terminei hoje a leitura!) e cheguei até a gostar da história central, mas, aquelas cenas de sexo exageradamente descritivas me decepcionou bastante. Acho a autora super talentosa, mas, leituras hots não fazem meu estilo :(
      Achei sua resenha muito bem escrita, mas, acho que não leria a obra.

      ResponderExcluir
    8. OI!!!

      Já li algumas resenhas desse livro e confesso que o mesmo nao me atraiu, a trama parece instigante, pois cometer o erro do qual foi vítima é um drama e tanto. Trair e se tornar traidora? Que situação!!! Mas mesmo assim não é um livro que mexa com meu imaginário ao ponto de ficar alucinada de vontade para ler. Beijos!!

      ResponderExcluir
    9. Olá Maiah,
      Esse livro divide leitores mesmo, uns julgam certa a traição de Ridge, outros errada. Confesso que no começo, eu senti que era errado, mas, depois, as coisas foram se encaixando e encontrei uma justificativa plausível para o 'erro' de Ridge, sabe? O relacionamento dele e o 'triângulo' amoroso me convenceram. Uma pena que não tenha acontecido o mesmo contigo.
      Enfim, adorei sua resenha. Acho que é muito importante lermos as opiniões dos outros.
      Beijos ♥
      Um Oceano de Histórias

      ResponderExcluir
    10. Oiii!!

      Acho que o diferencial da autora é que ela consegue escrever bons dramas de uma maneira leve e envolvente.
      O enredo parece ok e uma leitura fluida pelo o que pude ver pela resenha.
      Mas não é uma leitura que faria no momento.
      Ah gostei de ver que são capítulos alternados, dá uma fluidez maior.

      Beijinhos

      ResponderExcluir
    11. Oii Maiah, tudo bom? Olha, esse livro está entre meus favoritos do gêneros, simplesmente amei essa trama! Os personagens principais já não me cativaram tanto no começo, mas acabei por gostar deles da metade pro final. O Ridge é um personagem muito carismático, mas me irritei com ele em alguns momentos... Só no final, quando entendi os poréns é que comecei a gostar realmente dele e aceitar suas ações (não todas). Enfim, esse é um livro bem divisor de opiniões, e isso é bem legal. Adorei tua resenha e saber tua opinião!
      Beijos!

      ResponderExcluir
    12. Oie, adorei saber que é um livro que mistura drama e um pouco de comédia, esse equilíbrio sempre me anima. Outrac coisa que me deixou bem empolgada foi o fato de o livro ser narrado entre os dois personagens principais, em primeira pessoa, e creio que isso nos dá uma visão muito boa de toda a história. Fiquei aqui imaginando qual o fim do livro que você não considerou aceitável e se for o que pensei provavelmente também não me agradaria. Espero poder ler logo para tirar minhas conclusões.

      ResponderExcluir
    13. Olá!
      Essa é a primeira resenha que vejo "meio negativa" desse livro. Estou muito curiosa para ler por causa dessa fluidez que tem, apesar da imensa carga dramática que ele carrega. Até imagino o que tenha te irritado, mas acho que isso não me afetaria tanto que nem te afetou. Espero poder ler esse livro logo.
      Beijos.
      http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

      ResponderExcluir
    14. Estou com vontade de ler esse livro há um bom tempo e deve ser bastante fofo acompanhar a aproximação da Sydney com o Ridge. Uma pena a obra não ter te agradado completamente e entendo seu ponto de vista. Sua resenha ficou ótima.
      Beijos.
      http://www.virandoamor.com/

      ResponderExcluir
    15. Oie, eu nunca li um livro da autora e esse foi o primeiro que o enredo despertou um pouco meu interesse pois não sou fã do gênero porém por envolver um pouco de música chama minha atenção. Fiquei curiosa em saber o que acontece no desfecho do livro que te desagragou. Rsrs... mas imagino que se nos contasse seria um mega spoilers.

      ResponderExcluir
    16. Olá amiga linda, tudo bem?
      Faz tempo que não venho te visitar né?
      Hoje eu vim sem o compromisso do grupo de comentários, porque me deu vontade de visitar alguns blogs rs

      Então dei uma passadinha pra ver suas novidades e aí dei de cara com essa sua resenha de TALVEZ UM DIA, que aliás, está na minha lista de leitura. Eu queria muito ler ele, mas antes vou ver se leio novamente a série UM CASO PERDIDO e ler os outros sabe? Eu gosto de ler tudo de uma vez só, mas não sei ainda quando vou pega-lo, se bobear ainda mudo de ideia e leio os avulsos da autora, porque ela apesar de tudo escreve muito bem né? Gostei de tudo que voce falou do livro, mas é uma pena dele não ter te agradado tanto em alguns pontos. As vezes a gente fica com tanta expectativa em um livro que acabamos realmente desanimando. Sabe um livro que atualmente eu li e fiquei com altas expectativas? Dash e Lily da Galera Record. Gostei, mais não gostei sabe como é? Então, fiquei nesse dilema. Apesar da história ser fofinha e tudo, eu esperava muito mais e acho que te entendo em relação ao TALVEZ UM DIA e acho que a opinião vai variar muito dependendo do leitor claro! Enfim...gostei muito da sua resenha. Agora vou ler sua outra do Harlan Coben, porque até hoje tenho receio de ler as obras desse homem rs

      https://lovereadmybooks.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    17. Oi Maiah,
      li esse livro recentemente e ainda não havia encontrado palavras para descrever a sensação que esse livro me causou, mas acabei de encontrar em sua resenha que descreve exatamente o que eu senti. Foi muito fácil, gente é óbvio que esse tipo de desfecho não teria se dado de forma tão simples. Tando amor e devoção decididos em uma conversa franca apenas, claro que não, também não me convenceu. E além disso não consigo achar que foi certo o que aconteceu, como assim ele sendo um cara comprometido e tão loucamente apaixonado, deixou que uma terceira pessoa se aproximasse tanto, as reuniões nos quartos foram as que mais me incomodaram, estava tudo errado e eles fingindo que era tudo normal. Pois é, vou lá escrever minha resenha ahahahah

      Abçs
      Nosso Mundo Literário

      ResponderExcluir
    18. Oi Maiah! Tudo bem?

      Eu apenas li um livro da Colleen e ainda foi em parceria com a Tarryn, então eu não conheço muito da autora. Quando vi Maybe, antes mesmo de vir para o Brasil, já tinha me interessado e agora lendo resenhas positivas, fiquei bem mais curiosa. Adoro narrativas em primeira pessoa, acho que normalmente são mais fluidas mesmo. E fico feliz que mesmo tendo uma carga de drama, a autora conseguiu deixar leve e fluida a história.

      Eu espero ler em breve. Haha.

      bjs =)

      ResponderExcluir
    19. Oi, eu preciso dizer que esse livro foi um amor demais <3 Me apaixonei desde o inicio pelos personagens e confesso que tive uma certa pena da Sidney com tanta traição, mas que foi necessário para o crescimento dela. Não concordo só com o fato de você ter dito que foi fácil demais, teve o drama, teve o sofrimento de cada personagem com as escolhas... então acho que fácil não foi... uma pena que não conseguiu apreciar completamente, eu posso dizer que eu amei e ainda mais pelos fatos de poder escutar as músicas presentes no livro!
      Um beijo
      www.brookebells.com

      ResponderExcluir
    20. Oi, tudo bem?
      Eu li esse livro faz um tempinho e gostei bastante, mas assim como você teve várias partes que nao concordei e isso não me deixou gostar completamente da leitura, apesar da história ser bonita e os personagens cativantes. O Ridge é um personagem que achei lindo e fui conquistada facilmente por ele, mas todo o lance dele com Sydney me irritou em alguns momentos. Enfim, é um livro que como você falou não tem essa de certo ou errado, ele causa em cada um uma opinião.

      Beijos ;*

      ResponderExcluir
    21. Oi Maiah, tudo bem?
      Eu li o livro recentemente e gostei muito dele, achei uma história linda de amor e além disso, trás uma mensagem bacana. Uma pena que não era o que você esperava, é muito ruim quando isso acontece. Quem sabe não estava no momento para ler né? Bom, mas mesmo assim concordamos que é uma leitura leve e agradável!

      Beijos

      http://www.oteoremadaleitura.com/

      ResponderExcluir
    22. Estava super empolgada pelo lançamento desse livro, mas acredita que ele está parado na estante ainda esperando ser lido? É que eu sou apaixonada pelas histórias que a Colleen cria, ainda mais com o jeito que ela tem de colocar o certo e o errado em questão e fazer com que a gente pense a respeito disso. Ela fez isso muito bem em Um caso perdido, e como tinha ouvido falar que esse era um dos melhores da autora as expectativas foram lá no alto. Agora, lendo sua resenha fico me perguntando se esse não irá se encaminhar para um cliche e acabar me desagradando como desagradou você. É que eu acho que a história tem que ter um motivo muito bem colocado para que, mesmo a gente não achando certo a gente torça para que o final aconteça ou pelo menos entenda e eu acho que não vai acontecer bem assim... Se bem que só lendo para ter certeza se eu estou pensando a coisa certa e tendo a mesma opinião que você, né?
      Se bem que eu tenho a sensação de que irei gostar da leitura de qualquer jeito :)
      Beijinhos,
      Lica

      ResponderExcluir