• Início ♥
  • Sobre ♥
  • Contato ♥
  • Layouts ♥
  • Resenhas ♥
  • Parcerias ♥
  • Rádio ♥
  • 21 agosto, 2016

    Resenha: Nosferatu - Joe Hill


    Nosferatu do autor Joe Hill, é um livro do gênero terror que foi publicado no Brasil pela Editora Arqueiro, que gentilmente nos cedeu esse exemplar.


    O livro tem um total de 614 páginas divididas em vários capítulos. Os capítulos não são longos, o que deixa a leitura mais fluida. A tradução foi feita por Fernanda Abreu.



    A diagramação desse livro está incrível, começando desde a capa que está linda, e tem tudo a ver com o conteúdo da história. As páginas são amareladas, e a fonte tem um bom tamanho. O livro está repleto de ilustrações lindas do Gabriel Rodriguez.


    Sinopse: Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa sua estranha capacidade, pois sabe que ninguém acreditaria. Ela própria não entende muito bem.
    Charles Talent Manx também tem um dom especial. Seu Rolls-Royce lhe permite levar crianças para passear por vias ocultas que conduzem a um tenebroso parque de diversões: a Terra do Natal. A viagem pela autoestrada da perversa imaginação de Charlie transforma seus preciosos passageiros, deixando-os tão aterrorizantes quanto seu aparente benfeitor.
    E chega então o dia em que Vic sai atrás de encrenca... e acaba encontrando Charlie.
    Mas isso faz muito tempo e Vic, a única criança que já conseguiu escapar, agora é uma adulta que tenta desesperadamente esquecer o que passou. Porém, Charlie Manx só vai descansar quando tiver conseguido se vingar. E ele está atrás de algo muito especial para Vic.
    Perturbador, fascinante e repleto de reviravoltas carregadas de emoção, a obra-prima fantasmagórica e cruelmente brincalhona de Hill é uma viagem alucinante ao mundo do terror.


    Nosferatu do autor Joe Hill é um livro do gênero terror que foi publicado no ano de 2014 pela Editora Arqueiro.
    O livro conta a história de Victoria McQueen uma criança que tem um misterioso dom: Com sua bicicleta Raleigh, que ganhou de presente do pai, ela consegue acessar uma ponte que ela chama de ponte do atalho. Essa ponte a leva a qualquer lugar que ela quiser e a faz encontrar coisas perdidas.
    Vic, não conta a ninguém sobre a sua especial habilidade, pois teme que ninguém acredite nela, uma vez que, até ela tem dúvidas sobre isso ser real ou não.

    Assim como Vic, Charles Talent Manx, também tem um dom especial. Com seu Rolls-Royce, ele tem o poder de levar crianças para a terra do natal! A terra do natal, é uma espécie de parque de diversões onde todos os dias são natal, um lugar cheio de perversão criado pela imaginação de Manx.
    Conforme viajam pelas estradas ocultas da imaginação de Manx, até a terra do natal, as crianças, vão ficando cada vez mais cruéis e aterrorizantes.

    Passados alguns anos, já em sua adolescência, em um determinado dia, Vic briga com os pais e sai com raiva em busca de sua Raleigh, ela sobe na bicicleta com o pensamento de encontrar encrenca e é nesse dia que ela encontra Charles Manx.
    Foi um encontro completamente assustador e aterrorizante para Victoria, que depois de muito lutar conseguiu escapar das garras de Manx.
    Vários anos se passam depois desse encontro e Vic que é agora uma adulta, tenta de todas as maneiras esquecer o que passou com ela naquele dia.
    Mas Charles Manx está de volta a estrada e busca vingança contra Victoria McQueen, e só vai desistir quando finalmente conseguir sua vingança.

    "Quando se tinha um veículo capaz de levar você a qualquer lugar, não se podia abandoná-lo."

    Desde que vi esse livro sendo lançado pela Arqueiro em 2014, que a premissa dele me atraiu e eu me senti tentada a conhecer essa história, mas confesso que o número de páginas do livro me assustou na época e eu acabei desistindo da leitura.
    Ano passado eu li Amaldiçoado, e esse foi meu primeiro contato com a escrita do autor Joe Hill. Eu gostei muito do livro e fiquei em êxtase para ler mais alguma obra do autor, e depois de ler tantas resenhas positivas sobre Nosferatu, eu acabei decidindo esse ano que iria realizar essa leitura.

    Nosferatu é todo narrado em 3° pessoa, o que nós deixa com uma boa visão de todos os personagens envolvidos nessa história.
    A narrativa do autor é completamente envolvente e me fez grudar nesse livro desde a primeira página. 
    O livro é grande e a história em si é cheia de detalhes, mas nem por isso ela se tornou monótona em algum momento. Pelo contrário, essa foi uma leitura muito gostosa e envolvente, da qual eu não mudaria nada.

    "É claro que ele iria voltar... quem quer que O Espectro fosse. Não teria deixado o carro ligado se não fosse voltar e, quando chegasse, ela precisava ter ido embora."

    Os personagens dessa história, foram muito bem construidos pelo autor. Vic, que em tese é a mocinha da história, é o tipo de personagem que passa a vida inteira fazendo burradas e que tem um comportamento agressivo que provavelmente não vai te fazer simpatizar muito com ela. Eu mesma, não simpatizei nem um pouco com ela, e tive raiva das atitudes dela em muitos momentos, mas mesmo assim torci pela personagem.
    Charles Manx é um personagem incrível, com ele Hill definitivamente reinventou a definição de vampiros. Manx é um vampiro que não se alimenta de sangue, mas sim da vida das crianças que ele sequestra.
    Fora Manx e Vic, temos ainda personagens secundários como, por exemplo, Bing Partridge que engrandecem ainda mais essa história.

    Nosferatu, não foi para mim em nenhum momento um livro assustador, mas mesmo assim eu o considero uma obra prima do terror, e que eu acredito irá agradar os amantes do gênero.
    O livro está repleto de referências a cultura Pop, seja através de livros, músicas, filmes ou séries que são citadas ao decorrer da história.
    Uma história repleta de fantasia, de coisas assustadoras e que te fará em alguns momentos se questionar, se o vilão é realmente tão vilão assim.
    Recomendo expressamente esse livro a todos os leitores sem exceção! Joe Hill presenteou seu leitor com uma história fantástica e com uma escrita impecável.

    "Eu não sei muito sobre o Espectro, só que ele é um homem velho com um carro antigo. E a sua faca é o carro. Só que ele usa a faca para cortar gargantas. Leva crianças para passear no automóvel e faz coisas com elas. Usa as crianças...feito um vampiro...para continuar vivo."

    Classificação:



    17 comentários:

    1. Ele tem alguma coisa parecida ao filme?
      E adorei a resenha, a capa está simplesmente maravilhosa mesmo, fazendo o leitor se degustar só pela capa. E curioso isso de como o Manx se alimenta, deixa a história ainda mais original. Parece ser uma leitura bem rápida e contagiante, vou anotar na minha listinha e ler assim que der.
      O Pequeno Leitor

      ResponderExcluir
    2. Olá!
      Acredito que não lembra aquele filme bem antigo, né? hahaha
      Eu amo livros de terror então esse me chamou muito a atenção, ainda mais por conter várias referência a cultura pop, isso com certeza deixa o livro mais gostoso e atual.
      Beijos.
      https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

      ResponderExcluir
    3. Olá Maiah,
      Adorei conhecer um pouco mais da obra. Tenho vontade de ler esse livro desde 2014, mas ainda não consegui adquirir por conta do valor. Achei legal essa questão de dom dos personagens e estou me perguntando como a Vic lida com isso.
      Apesar de o livro não ter te assustado, acho que ele contém partes que deixam a espinha arrepiada.
      Anotei a dica e acho que não vou mais adiar a compra.
      Beijos,
      Um Oceano de Histórias

      ResponderExcluir
    4. Olá, tudo bem? Esse livro parece ser muito bom, fiquei muito curiosa para ler ele depois de ler sua resenha. Adorei!

      Beijos,
      Duas Livreiras

      ResponderExcluir
    5. Eu não sou a maior fã de terror, na verdade é um dos poucos estilos que eu passo longe - bem longe se possível!!!!
      Pela sua resenha, tenho a sensação de que Hill vem no mesmo caminho do pai e está criando um repertório incrível em sua carreira. Fiquei curiosa com a história, mas mesmo você comentando que não é tão assustador, prefiro não arriscar...
      Beijinhos,
      Lica
      Amores e Livros

      ResponderExcluir
    6. Oiee ^^
      Lembro que foi lendo um livro do Joe que eu descobri não ser fã de terror...haha' o livro em questão era "O pacto", e eu nem mesmo sabia do que ele se tratava quando o li, mas não gostei nem um pouco. Sendo assim, eu não leria "Nosferatu" nem se ele fosse considerado o melhor livro do mundo kkkk' Mas eu fico feliz em saber que você gostou, Joe é um mestre do terror, né?
      MilkMilks ♥
      http://shakedepalavras.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    7. Adoro terror e tenho esse livro em casa mais ainda não fiz a leitura tem um bom tempo que o tenho e lembrei dele agora que vi sua resenha (fui tirar de uma caixa a poucos minutos para ver se era ele mesmo) adorei sua resenha e vou tentar encaixa-lo nas leituras desse mês.
      Bju
      Mary Reis.

      ResponderExcluir
    8. Olá, tudo bem ?
      Eu não leio livros de terror, de qualquer forma preciso dizer que achei a capa e a diagramação do livro muito boas, pois mesmo tendo muitas páginas, os capítulos não sendo longos, fica mais fácil.
      Gostei das citações, são frases de efeito e que se eu tivesse lido de forma solta, jamais diria ser terror.
      Beijos
      www.estilogisele.com.br

      ResponderExcluir
    9. Oi Maiah! Tudo bem?
      Achei linda sua resenha! As imagens ficaram ótimas! Mas sobre o livro... conheço o livro mas não li! Não sou fã de historias de terror, pra ser sincera tenho horror a livros de terror, sou medrosa mesmo e fico muito impressionada quando leio coisas assim e fico dias sem conseguir esquecer. Portanto esse tipo de livro não é pra mim, não leio, não vejo e não ouço nada de terror. rrssr
      Bj

      ResponderExcluir
    10. Olá!! :)

      Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste assim tanto de o ler... :) E sempre ótimo quando isso acontece...

      Bem, eu confesso que não sou grande fa de terror... nem em filmes nem em livros!! :) ahah Mas se tu dizes que não te assustou, ainda que seja um bom livro de terror... talvez reconsidere! :) ahah

      Boas leituras!! ;)
      no-conforto-dos-livros.webnode.com

      ResponderExcluir
    11. Oii, tudo bem?
      Eu sempre tive vontade de ler esse livro, mas sou muita medrosa, então sempre fiquei adiando. Mas agora que eu li que não é um livro assustador, eu fiquei animada para adquirir o livro. Espero gostar da escrita do Hill tanto quanto você.

      ResponderExcluir
    12. Oie!
      Eu gosto muito da escrita do Joe Hill, já li dois dele e os dois me agradaram.
      Bom saber que esse livro está cheio de referência da cultura pop, isso me dá ainda mais vontade de lê-lo rsrs.
      Beijo

      ResponderExcluir
    13. Oi!
      Nem sempre o terror vem com o medo, pode parecer absurdo, mas é isso haha eu adorei a capa do livro e a premissa. Adoro personagens e historias bem construídas e esse livre tem, já amei. Anotei a dica com ceeeeeeeeerteza!


      bjs =)

      ResponderExcluir
    14. Eu li outro livro do autor e também não achei muito assustador, pelo jeito ele não tem esse lado mais terror nas suas histórias. A trama me interessou, mas depois da última decepção que eu tive com um livro dele prefiro nem arriscar uma leitura de 600 páginas. :/
      beijos
      www.apenasumvicio.com

      ResponderExcluir
    15. Oi, confesso que essa temática não é muito a que eu estou acostumada a ler e nem conheço nada do autor. Maas uma coisa é certa, com esse número de páginas eu já fiquei com vontade de correr para longe e não chegar perto tão cedo por falta de tempo. Acredito que a obra realmente seja uma boa, mas no momento eu não to conseguindo ter tempo nem de ler contos, quem dirá um desse tamanho... Então deixarei para ver mais para frente, quando eu tiver tempo e depois de procurar ter um contato maior com a obra. Sua resenha está incrível!
      Beijos
      www.brookebells.com

      ResponderExcluir
    16. Confesso ser medrosa pra ler livros de terror, pois sempre que leio me envolvo muito ao ponto de me senti na estória ou na pele dos protagonista e não sei se essa seria uma escolha pra esse livro, mais felizmente o enredo me cativou gostei do protagonista e saber que o protagonista foi muito bem construindo me incentivou ainda mais, irei dar uma oportunidade espero conseguir dormir a noite pelo menos.

      ResponderExcluir
    17. Oeee! Não sou muito do terror, mas ,pelo que tua resenha mostra, o livro parece agradar a todos os gostos...Acho que vale á pena tentar assim que tiver a oportunidade, é meu ano de vestibular e mal tenho lido os classicos. Fernanda a cantora??? Amo samulé! Já ouviu o cd novo dela? Abraço!

      ResponderExcluir